Obina marca e Flamengo vence América-RN em Juiz de Fora

Atacante fecha a boa vitória sobre o time do nordeste, que segue ameaçado de rebaixamento

25 de julho de 2007 | 22h38

O técnico Ney Franco chegou a Juiz de Fora (MG) sob ameaça de ser demitido em caso de novo tropeço do Flamengo, mas na noite desta quarta-feira respirou aliviado. Mesmo sem exibir um bom futebol, o time carioca venceu o América de Natal, por 3 a 1, no Estádio Mário Helênio, pois o Maracanã está cedido aos Jogos Pan-Americanos.Veja também: A classificação da Série AEsta foi a primeira vitória da equipe da Gávea como mandante no Campeonato Brasileiro. Com o resultado, o Flamengo soma agora 11 pontos, um a mais que o adversário - os dois clubes permanecem na zona de rebaixamento da competição.Mesmo precisando da vitória, o Flamengo entrou em campo com um esquema extremamente cauteloso, o 3-6-1. Num lance isolado, a equipe carioca fez 1 a 0, aos 18 minutos. Após cobrança de falta do meia Renato Augusto, a bola sobrou para o zagueiro Ronaldo Angelim, que chutou rasteiro e contou com a ‘colaboração’ do goleiro Renê: 1 a 0.Engana-se, no entanto, quem pensa que o Flamengo dominava a partida. Na verdade, errava muitos passes, não tinha nenhuma criatividade e tampouco chegava com perigo. E sua zaga é muito fraca. Prova disso é que o zagueiro Carlos Eduardo aproveitou mais um vacilo da defesa adversária e empatou em 1 a 1 a partida de cabeça, aos 36.O atacante Obina ficou isolado durante grande parte do primeiro tempo. Pegou poucas vezes na bola, mas não desistiu. Na única chance que teve antes do intervalo, chutou bem e por pouco não deixou sua marca. Lamentou a falta de sorte. Já no início do segundo tempo, ele ganhou a companhia de Paulo Sérgio no ataque. E produziu mais. Finalizou mais vezes e fez de cabeça o terceiro gol do Flamengo no confronto. Antes, aplaudiu o forte chute do volante Jaílton que superou o goleiro do América, fazendo 2 a 1.Obina foi substituído aos 45. Sua missão já havia sido cumprida. Ele, então, comemorou com os colegas seu primeiro gol depois de ficar quatro meses longe dos gramados, por conta de contusão no joelho esquerdo, e alguns dias de tranqüilidade na Gávea em razão da vitória.FLAMENGO 3 X 1 AMÉRICA-RNFlamengo - Bruno; Moisés, Ronaldo Angelim e Thiago (Paulo Sérgio); Léo Moura, Jaílton, Cristian, Léo Medeiros     e Juan; Renato Augusto e Obina (Leonardo). Técnico: Ney Franco.América-RN - Renê; Édson Borges, Carlos Eduardo e Rogélio; Ney Santos    , Reinaldo (Adriano Peixe), Marquinhos    , Souza e Thiago Machado (Leandro Sena); Paulo Isidoro e Arlon (Beá). Técnico: Marcelo Veiga. Gols - Ronaldo Angelim, aos 18, e Carlos Eduardo, aos 36 minutos do primeiro tempo. Jaílton, aos 15, e Obina, aos 27 minutos do segundo tempo.Árbitro - Wilson Luís Seneme (Fifa-SP).Renda e público - Não divulgados.Local - Estádio Mário Helênio, em Juiz de Fora (MG).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.