Divulgação
Divulgação

Obra no entorno do Beira-Rio será concluída a 12 dias da abertura da Copa

Cronograma apertado para a execução dos trabalhos deve elevar custo em até R$ 790 mil

Diego Salgado, O Estado de S. Paulo

25 de fevereiro de 2014 | 18h30

SÃO PAULO - A pavimentação no entorno do Estádio Beira-Rio, uma das obras prioritárias para a Copa do Mundo, será concluída a 12 dias da abertura da competição, já no fim de maio. A intervenção está orçada em R$ 7,9 milhões, mas o cronograma apertado deve elevar o custo dos trabalhos em até R$ 790 mil. A entrega da obra atrasou devido aos problemas no processo licitatório. Na ocasião, apenas uma empresa participou do leilão.

A Brasfalto Pavimentação Ltda, no entanto, apresentou um valor acima do teto estipulado pela prefeitura de Porto Alegre, responsável pelo trabalho. A nova licitação para a escolha da empresa responsável pelo trabalho será iniciada no começo de março. De acordo com Rogério Baú, engenheiro da secretaria de Gestão, a prefeitura está preparada para possíveis problemas no próximo processo licitatório. O fato pode alterar o valor do teto em até 10%.

"Fizemos uma adequação de preço, mais próximo da realidade do mercado", disse. Baú ressalta que as obras serão iniciadas no começo de abril e vão durar 60 dias. "O trabalho é simples. A topografia do terreno favorece para o trabalho rápido, quase não há muita coisa de terraplanagem."

O engenheiro explica ainda que a intervenção terá poucos operários e será praticamente realizada com equipamentos. Se precisar de funcionários, a prefeitura tem planos B e C. Primeiramente, o local receberá brita graduada simples. Depois, uma camada de três centímetros de asfalto. Há, inclusive, a possibilidade de antecipação do cronograma, de acordo com o profissional.

No total, a área tem 45 mil metros quadrados, equivalente a seis campos de futebol. O espaço está localizado entre as avenidas Edvaldo Pereira da Silva e a Padre Cacique. Os trabalhos fazem parte da Matriz de Responsabilidades, que lista as principais obras para o Mundial no País.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.