Obras de estádio corintiano iniciam com terraplenagem

As obras de construção do estádio do Corinthians, previsto para ser a sede das partidas de São Paulo na Copa do Mundo de 2014, começaram nesta segunda-feira, em Itaquera, na zona leste da capital paulista, com a ação de caminhões e tratores, que iniciaram o trabalho de terraplenagem do terreno.

AE, Agência Estado

30 de maio de 2011 | 10h53

O começo das obras do estádio corintiano foi adiado várias vezes até esta segunda-feira. Na última semana, porém, Andrés Sanchez, presidente do clube assinou o contrato com a construtora Odebrecht para fazer o serviço inicial de terraplenagem que permitiu, enfim, o início da construção do estádio. Depois, a prefeitura de São Paulo publicou portaria autorizando a instalação do canteiro de obras.

Os três primeiros meses de trabalho serão dedicados à terraplenagem do terreno. A obra começa sem ainda ter uma garantia financeira. Cerca de R$ 240 milhões virão em forma de isenção de impostos municipais (por meio de Certificados de Incentivo ao Desenvolvimento). Outros R$ 400 milhões deverão ser tomados por empréstimo junto ao BNDES (Banco Nacional do Desenvolvimento). O estádio está orçado pela construtora em mais de R$ 1 bilhão, mas o Corinthians ainda tenta diminuir esse valor.

A demora para o início das obras do estádio do Corinthians levou São Paulo a ser descartada para a realização da Copa das Confederações de 2013. Além disso, a indefinição sobre a situação do estádio paulista levou a cidade a perder o Centro de Imprensa da Copa do Mundo para o Rio e a correr sério risco de não receber a abertura do Mundial. Agora, porém, a arena que receberá os jogos da Copa de 2014 em São Paulo começa a sair do papel.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.