Yuri Cortez/AFP
Yuri Cortez/AFP

Ochoa mostra otimismo no México: 'Sonhamos seguir até o último dia da Copa'

Mexicanos podem empatar com suecos para garantir a primeira posição do Grupo F

Estadão Conteúdo

24 Junho 2018 | 17h42

O México enfrenta a Suécia na quarta-feira, às 11 horas (de Brasília), em busca de sua terceira vitória em três jogos pelo Grupo F da Copa do Mundo. Com seis pontos conquistados sobre a Alemanha (1 a 0) e Coreia do Sul (2 a 1), os mexicanos ainda não estão classificados às oitavas de final. Mas as boas apresentações fazem com que os jogadores sonhem alto. O goleiro Guillermo Ochoa já fala em chegar à final do Mundial, dia 15 de julho, apesar de manter os pés no chão.

+ Osorio enaltece vitória do México e diz que relaxamento é 'normal'

+ Chicharito iguala marca de Luís Hernández em Copas e divide méritos com mexicanos

"Ainda queremos mais. Vejo os sonhos de todos meus companheiros para seguir até o último dia. Estamos com os pés no chão. Minha esperança e de meus companheiros é ficar até o último dia. Esta seleção quer mais que as anteriores", disse o jogador do Standard Liège, da Bélgica.

Para o arqueiro de 32 anos, vencer os suecos é importante para, além de assegurar a vaga à próxima fase, seguir com moral na competição. "Antes de começar a Copa, poucos teriam apostado que o México teria seis pontos. Sabemos que ainda não conseguimos nada, e vamos seguir sem relaxar. Temos que gerar essa sequência de bons resultados", frisou.

O goleiro também comentou sobre as críticas que a imprensa mexicana disparava sobre o técnico Juan Carlos Osorio antes da Copa, por causa de oscilações nos amistosos preparatórios. "Sempre apoiamos o técnico", garantiu.

Enquanto Ochoa concedia entrevista em sala do centro de treinamento em Moscou, onde a equipe se concentra durante o Mundial, os companheiros de seleção que atuaram na vitória contra a Coreia no sábado jogavam basquete na quadra, em momento de descontração. Já os reservas fizeram trabalho moderado no campo. O domingo do México também foi marcado pela visita dos familiares dos jogadores.

 

O México tem seis pontos, lidera o Grupo F, mas precisa de ao menos um ponto diante dos suecos para avançar sem depender da outra partida da chave. Alemanha, em segundo lugar, e Suécia, em terceiro, ambas com três pontos, e até a lanterna Coreia, que não pontuou, ainda estão vivas na disputa pelas duas vagas às oitavas.

Se os mexicanos perderem e os alemães baterem os coreanos, México, Alemanha e Suécia ficam com seis pontos. E os qualificados serão definidos pelos critérios, em ordem de importância, saldo de gols, gols marcados e confronto direto, seguidos de pontos disciplinares por cartões vermelhos e amarelos.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.