Ricardo Duarte / SC Internacional
Ricardo Duarte / SC Internacional

Odair diz que parada do Brasileirão durante a Copa é ruim para o Inter

Técnico elogia desempenho do time gaúcho e Zeca comemora e ironiza a vitória sobre o ex-clube

Estadão Conteúdo

11 Junho 2018 | 08h30

O técnico Odair Hellmann acredita que seria melhor para o Internacional que não houvesse a paralisação do Brasileirão durante a Copa do Mundo, que vai ser disputada entre 14 de junho e 15 de julho. A equipe do treinador chegou ao sétimo jogo seguido sem derrota neste domingo, após vitória por 2 a 1 sobre o Santos, na Vila Belmiro, em Santos.

+ Jair Ventura culpa expulsão de Veríssimo por derrota do Santos

+ Clubes aproveitam folga da Copa para fazer 'pré-temporada'

"Não se conquistou nada ainda, a não ser uma boa consolidação. Mas, neste momento, talvez para nós essa parada não seja boa. Se a gente pudesse seguir nesse ritmo, com esse desempenho", ponderou o técnico, em entrevista coletiva realizada após a partida.

Hellmann elogiou o desempenho da equipe no confronto. "Foi importante fazer o jogo que fizemos. Isso mostra atitude e capacidade do grupo. Comprometimento de todos, independentemente se a partida é dentro ou fora de casa. Acho que nós mostramos todos os aspectos, em todas as fases, não só na defesa. Total mérito dos jogadores. Merecemos essa vitória", afirmou.

Quem aproveitou o resultado para comemorar - e ironizar o ex-clube - foi Zeca, que entrou em litígio com o Santos em 2017 e neste ano foi envolvido em troca por Eduardo Sasha. Desfalque na partida por causa de uma lesão muscular, o lateral publicou, e pouco depois apagou, três imagens no Instagram para registrar a vitória do Internacional - uma com o placar da partida, uma figuras de risos e uma com a frase "Deus é bom o tempo todo".

O clube gaúcho está em quinto lugar no Brasileirão, com 19 pontos em 11 rodadas, e fará em Porto Alegre a última partida antes da parada para a Copa. Nesta quarta-feira, a equipe comandada por Hellmann vai enfrentar o Vasco, no Estádio Beira-Rio.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.