Ricardo Duarte/Inter
Ricardo Duarte/Inter

Odair faz mistério em treino do Inter e Nico López promete 'secar' Palmeiras

Segundo colocado no Brasileirão, colorado enfrenta o América-MG nesta quinta-feira, no Beira-Rio

Estadão Conteúdo

14 de novembro de 2018 | 18h50

O Internacional fechou nesta quarta-feira a preparação para encarar o América-MG, na quinta, no Beira-Rio, pela 34.ª rodada do Campeonato Brasileiro. O técnico Odair Hellmann fez mistério e impediu a entrada da imprensa na última atividade antes do confronto, realizada no palco da partida.

A principal dúvida na equipe é em relação ao substituto de D'Alessandro, suspenso. Odair poderia optar pelo retorno de William Pottker para reeditar a formação de maior sucesso do Inter na temporada, mas o atacante deixou o treino de terça mais cedo e parece não estar no auge físico. Por isso, Wellington Silva é o mais cotado para atuar.

O confronto desta quinta é importantíssimo para o Inter, que precisa vencer para seguir sonhando com o título da competição. A equipe está na segunda colocação, com 62 pontos, cinco atrás do Palmeiras. Por isso, torce também para que o time paulista tropece no Fluminense, nesta quarta, em casa.

"Eu estou sempre secando, não escondo. Assim como eles. Assistirei como faço sempre, mas não importa eles perderem caso não façamos nossa parte. Temos que fazer para nos aproximarmos deles", declarou o atacante Nico López nesta quarta, em entrevista coletiva.

O próprio uruguaio, no entanto, negou que o Inter vá ter facilidade para "fazer sua parte" na quinta. Apesar de o América-MG ser o penúltimo colocado neste momento, surpreendeu no primeiro turno ao derrotar o time colorado. Por isso, Nico López admitiu o sentimento de revanche.

"Será um jogo difícil, eles precisam de pontos. O Brasileirão é muito complicado, qualquer um pode ganhar. Será um jogo lindo, porque também buscaremos os três pontos. Não acho nenhum time pequeno. Óbvio que o Inter é grande, mas perdemos lá para eles. Temos um gosto amargo e sairemos lá para ganhar", comentou.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.