Mailson Santana/ Fluminense FC
Mailson Santana/ Fluminense FC

Odair Hellmann recebe proposta dos Emirados Árabes e deixa Fluminense

Técnico aceitou proposta do Al Wasl; segundo o Flu, auxiliar Marcão vai comandar o time até o fim da temporada

Redação, Estadão Conteúdo

07 de dezembro de 2020 | 16h50

A diretoria do Fluminense confirmou nesta segunda-feira a saída do técnico Odair Hellmann. O treinador de 43 anos deixa o clube carioca para treinar o Al Wasl, dos Emirados Árabes Unidos. O auxiliar técnico permanente Marcão assume o comando do time até o fim da temporada, segundo a direção do Flu.

"Odair Hellmann não é mais técnico do Fluminense. O treinador comunicou à diretoria que aceitou uma proposta de um clube de fora do Brasil e deixou o comando do Tricolor", anunciou o Fluminense. Auxiliar de Odair, Maurício Dulac também está deixando o time brasileiro.

Horas depois, Odair soltou uma nota oficial e disse que a proposta era "irrecusável". "Diante da formalização de irrecusável proposta do Al Wasl SC (Dubai, Emirados Árabes Unidos), comuniquei à diretoria do FFC, com a qual sempre travei o melhor diálogo, que respondi positivamente ao convite para assumir o comando técnico da equipe árabe", disse. "Deixo o Fluminense com o sentimento de gratidão e a sensação de ter cumprido com o meu dever. Gratidão por encontrar as portas abertas, vinte anos após minha passagem como atleta, para o retorno como treinador. Dever cumprido por ter entregue todos os dias o meu melhor, com muita dedicação e trabalho", acrescentou.

Odair, que se destacou no cenário nacional como treinador do Internacional, tinha contrato com o clube carioca até o fim deste ano. Ele e o Flu chegaram a abrir negociação para renovação, mas o técnico pediu para adiar as conversas para o final deste ano. Odair vai se despedir do elenco nesta terça após folga dos jogadores nesta segunda.

O treinador deixa o Flu após exatos 50 jogos, com 24 vitórias, 12 empates e 14 derrotas, totalizando um aproveitamento de 56% de aproveitamento. Foram 75 gols marcados e 47 sofridos no período.

Com Odair à frente da comissão técnica, a equipe carioca faturou o título da Taça Rio, o segundo turno do Campeonato Carioca, e foi vice-campeão estadual. "O Fluminense agradece o trabalho realizado por Odair Hellmann e Maurício Dulac a frente da equipe e lhes deseja sucesso em suas carreiras."

No Brasileirão, o Flu vinha fazendo boa campanha com Odair no comando. O time ocupa o quinto lugar, com 39 pontos, a oito do líder São Paulo. Apesar da proximidade das primeiras colocações, o treinador vinha sofrendo críticas nas redes sociais, o que vinha lhe incomodando.

"Na rede social tudo pode, né?! As pessoas ficam escondidas atrás de um computador. E às vezes se dizendo torcedor do Fluminense, mas com certeza não são porque só atrapalham. Atrapalha o ambiente só falar coisa negativa. Aí quando acontece a derrota, aquilo tudo se potencializa, o que não deveria acontecer. Não deveria nem ter voz esse tipo de situação", reclamou Odair, recentemente.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.