Odepa vistoria o Maracanã

Termina nesta quinta-feira a visita de inspeção da Comissão de Coordenação da Organização Desportiva Pan-Americana (Odepa), que desde terça-feira visita os locais onde ocorrerão os Jogos Pan-Americanos de 2007. Nesta quarta, os principais compromissos da comitiva foram a ida ao Complexo do Maracanã, à Secretaria de Segurança, além do encontro com o vice-governador Luiz Paulo Conde."Estamos muito impressionados até o momento. Encontramos o respaldo necessário de todos os níveis governamentais e isso é muito importante porque traz tranqüilidade e segurança pela realização dos Jogos, que estão recebendo um tratamento olímpico", disse o presidente da Comissão de Coordenação da Odepa, o uruguaio Julio Manglione. "Percebemos também o orgulho de todos os brasileiros em realizar os Jogos." Na visita ao Maracanã, a comitiva foi ao campo, depois ao ginásio do Maracanãzinho, além do Parque Aquático Júlio de Lamare. No total, as obras no complexo estão orçadas em R$ 67 milhões. A expectativa é a de que até março de 2006 todas as obras estejam concluídas. Ao término da disputa do Campeonato Carioca, em abril, o Maracanã será fechado por cinco meses para ocorrer a fase mais complicada das obras no estádio - o rebaixamento de seu campo, além da colocação de cadeiras na geral. Já o Maracanãzinho deverá ser entregue em agosto, após o parque aquático, previsto para junho.Depois do Maracanã, a comitiva foi à secretaria Estadual de Segurança conhecer, em detalhes, o funcionamento do órgão. De lá, se encontraram com o vice-governador do Rio, que representou a governador Rosinha Garotinho, que não compareceu ao encontro por estar se recuperando de um acidente.A inspeção da Comissão de Coordenação da Odepa termina nesta quinta-feira com um encontro, à tarde, com o prefeito do Rio, Cesar Maia. Entre os dias 21 e 24 de fevereiro, os avaliadores entregarão um relatório à Odepa, durante uma reunião, na Cidade do México.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.