Oeste bate Ponte Preta, que volta a cair em casa

A Ponte Preta não conseguiu manter a regularidade e tropeçou mais uma vez diante de seu torcedor. No último jogo em casa, havia sido derrotada pelo Sertãozinho, por 3 a 2. Neste sábado à noite, perdeu para o Oeste, por 3 a 1, no Estádio Moisés Lucarelli, pela décima rodada do Campeonato Paulista.

AE, Agência Estado

20 de fevereiro de 2010 | 21h50

Veja também:

lista PAULISTÃO - Leia mais sobre a competição

PAULISTÃO 2010 - lista Tabela | tabelaClassificação

Assim, o time campineiro se manteve com 17 pontos, mas caiu para a sexta colocação. Por outro lado, o Oeste se afastou da zona de rebaixamento e subiu para o 11.º lugar, com 12 pontos.

Melhor durante todo o jogo, o Oeste abriu o placar logo aos dois minutos. Ricardinho aproveitou chute errado de Kléber e tocou para o fundo do gol.

Confusa, a Ponte Preta ainda empatou aos quatro minutos do segundo tempo, em chute de fora da área de Guilherme. Dois minutos depois, porém, Rivaldo acertou o ângulo de Eduardo Martini e voltou a colocar o Oeste na frente.

O resultado foi fechado aos 33 minutos. Kléber driblou o goleiro adversário e bateu para o gol aberto para decretar o 3 a 1.

A Ponte Preta volta a campo pela 11.ª rodada do Campeonato Paulista no próximo domingo, contra o Barueri, às 19h30, em Presidente Prudente. Enquanto isso, o Oeste enfrenta o Mirassol, no sábado, às 20h30, também fora de casa.

PONTE PRETA 1 x 3 OESTE

Ponte Preta - Eduardo Martini; Galiardo (Tinga), Renan, Léo Oliveira e Vicente; Deda (Manteiga), Guilherme, Danilo Portugal (Finazzi) e Fabiano Gadelha; Marcelo Soares e Otacílio Neto. Técnico: Sérgio Guedes.

Oeste - Neneca; Paulo Miranda (Rogério), Adriano e Cris; Adriano Ferreira, Dionísio, Rivaldo, Ricardinho (Gláucio) e Fernandinho; Mazinho (Guto) e Kléber. Técnico: João Ricardo.

Gols - Ricardinho, aos 2 minutos do primeiro tempo; Guilherme, aos 4, Rivaldo, aos 6, e Kléber, aos 33 minutos do segundo tempo.

Árbitro - Marcelo Rogério.

Cartões amarelos - Paulo Miranda, Cris, Danilo Portugal, Guilherme e Otacílio Neto.

Cartão vermelho - Otacílio Neto.

Renda - R$ 23.988,00.

Público - 3.019 pagantes.

Local - Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.