Jefferson Vieira/Oeste FC
Jefferson Vieira/Oeste FC

Oeste busca empate contra o Criciúma e deixa a zona de rebaixamento

Time catarinense ficou duas vezes na frente do marcador, mas acabou cedendo o resultado igual à equipe paulista na Série B

Estadão Conteúdo

16 Junho 2018 | 22h42

Em duelo contra o rebaixamento, Oeste e Criciúma ficaram no empate por 2 a 2 neste sábado, na Arena Barueri, em Barueri (SP), pela 11.ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. O time catarinense ficou duas vezes na frente do marcador, mas acabou cedendo o resultado igual à equipe paulista.

+ Veja a classificação do Campeonato Brasileiro da Série B

+ Vila Nova e Atlético-GO empatam clássico e seguem em jejum de vitórias na Série B

+ CRB quebra série vitoriosa da Ponte Preta e deixa a zona de degola da Série B

Com o empate, o Oeste acabou deixando a zona de rebaixamento e voltando para a 15.ª posição com 12 pontos, contra 11 do CRB. O time alagoano abre o descenso na 17.ª colocação. O Criciúma, que não perde há quatro rodadas, caiu para a vice-lanterna, o 19.º lugar, com nove.

Vivendo o seu melhor momento na Série B, o Criciúma tomou a iniciativa do duelo e chegou a pressionar o Oeste em vários momentos da partida. Enquanto o clube catarinense usava o lado esquerdo para criar as melhores oportunidades, o adversário ficava refém dos arremates de fora da área.

Na base da pressão, o time catarinense abriu o placar aos 30 minutos. Após cobrança de escanteio, Liel subiu sozinho e cabeceou no ângulo do goleiro Tadeu. O gol fez o Oeste acordar e a resposta acabou sendo imediata. Aos 42, Daniel Borges cruzou e Danielzinho não alcançou, mas Mazinho apareceu na segunda trave para empurrar para as redes.

O segundo tempo ganhou ainda mais em emoção. Com o jogo aberto, o Criciúma foi para cima e se colocou na frente do placar novamente aos sete minutos. Em mais uma cobrança de escanteio, Nino aproveitou o desvio para chutar para o gol.

Mas o Oeste não se intimidou e mais uma vez foi buscar o empate. Danielzinho recebeu de Conrado, fez fila na defesa do Criciúma e tocou na medida para Carlinhos. O atacante tirou do goleiro para deixar tudo igual.

Após o empate, houve um festival de gols perdidos. Pelo lado do Criciúma, Zé Carlos partiu em velocidade e chutou para defesa de Tadeu. Marlon Freitas pegou o rebote e, com o gol vazio, parou em Patrick, que salvou o Oeste. A resposta veio com o próprio Patrick, que cabeceou na trave após lançamento de Mazinho.

Antes do apito final, ainda deu tempo de Alex Maranhão levar dois cartões amarelos em menos de três minutos e, consequentemente, o vermelho. Outro fato negativo foi a confirmação de fratura no dedo de Elvis, que acabou sendo levado ao hospital.

Na próxima rodada, a 12.ª, o Criciúma enfrenta o Brasil-RS na próxima quinta-feira, às 19h15, no estádio Bento Freitas, em Pelotas (RS). O Oeste só joga no sábado, às 19 horas, diante do líder Fortaleza. O duelo será na Arena Castelão, em Fortaleza.

FICHA TÉCNICA

OESTE 2 x 2 CRICIÚMA

OESTE - Tadeu; Daniel Borges, Patrick, Lídio e Conrado; Rodrigo Souza, Bonilha (Betinho) e Danielzinho; Claudinho (Pedrinho), Mazinho (Daniel Farias) e Carlinhos. Técnico: Roberto Cavalo.

CRICIÚMA - Luiz; Sueliton (Ralph), Nino, Fábio Ferreira e Marlon; Marlon Freitas, Liel, Luiz Fernando e Elvis (Alex Maranhão); Zé Carlos (Vitor Feijão) e João Paulo. Técnico: Mazola Júnior.

GOLS - Liel, aos 30, e Mazinho, aos 42 minutos do primeiro tempo; Nino, aos 8, e Carlinhos, aos 16 minutos do segundo tempo.

CARTÃO AMARELO - Luiz Fernando (Criciúma).

CARTÃO VERMELHO - Alex Maranhão (Criciúma).

ÁRBITRO - Andrey da Silva e Silva (PA).

RENDA - R$ 3.525,00.

PÚBLICO - 518 pagantes.

LOCAL - Arena Barueri, em Barueri (SP).

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.