Oeste derrota o Icasa e sobe oito posições na Série B

Jogo foi marcado pelas várias contusões em ambas as equipes

AE, Agência Estado

16 de julho de 2013 | 23h00

JUAZEIRO DO NORTE - Em um jogo marcado por várias contusões, o Oeste venceu o Icasa por 3 a 0, nesta terça-feira, no estádio Romeirão, em Juazeiro do Norte (CE), na abertura da nona rodada. A vitória foi importantíssima para o time paulista, que saltou oito posições - da 16.ª para a oitava -, com 12 pontos. O time do Ceará, que vinha de derrota para o Guaratinguetá por 3 a 0, continua com 10 pontos, perdendo duas posições, aparecendo agora em 11.º lugar.

O primeiro tempo foi sonolento, com os dois times não criando chance real de gol. O lance que mais chamou atenção aconteceu aos 19 minutos, quando o zagueiro Bruno Perone, do time da casa, deu uma verdadeira "voadora", atingindo o rosto de Jheimy e recebendo o cartão vermelho. Com dois cortes no rosto e sangrando bastante, foi substituído por Bruno Nunes e encaminhado para o hospital municipal.

O técnico Sidney Moraes se viu obrigado a recompor a defesa do Icasa tirando o atacante Adalgísio Pitbull para a entrada do zagueiro Luís Gustavo. O time se acertou em campo, mesmo com um jogador a menos.

Do outro lado, o Oeste sofreu com outro fator inesperado: as contusões. O lateral-esquerdo Piauí torceu o tornozelo esquerdo, cedendo o lugar para Lelê, e nos minutos finais Paulo Vitor acusou uma lesão muscular na coxa direita - em seu lugar entrou Marcos Paraná. Não bastassem tantos problemas, o volante Fernandes sofreu um corte na cabeça e passou a jogar com uma touca protetora.

O segundo tempo começou com o Oeste "mais ligado". Tanto que chegou ao primeiro gol aos 12 minutos. Lelê desceu pelo lado direito e cruzou para o outro lado. Adriano Alves subiu e testou para o chão: 1 a 0. Mesmo sem mostrar qualidade técnica, o Icasa tentou ir ao ataque. Mas abriu espaços para os contra-ataques do time paulista, que quase ampliou aos 22 em outra cabeçada de Adriano Alves, desta vez defendida por João Ricardo.

Aos 29 minutos, Lelê invadiu a grande área e foi derrubado por Luiz Otávio. O árbitro, de forma correta, marcou pênalti. Na cobrança, Adriano Alves bateu forte e no alto do lado direito de João Ricardo, que caiu do outro lado.

O placar foi fechado aos 44 minutos, quando Lelê fez outro cruzamento e, desta vez, Bruno Nunes testou firme. A bola ainda tocou no goleiro João Ricardo, mas entrou. Sobraram apenas as vaias da torcida para a nova derrota do Icasa.

Os dois times, agora, só voltam a jogar na outra semana, pela 10.ª rodada. Já na terça, dia 23, o Icasa receberá o Joinville. O Oeste atuará, de novo fora de casa, no dia 26, sexta, diante do Sport, no estádio da Ilha do Retiro, no Recife.

FICHA TÉCNICA

ICASA 0 x 3 OESTE

ICASA - João Ricardo; Leyrielton (Alex Willian), Luiz Otávio, Bruno Perone e Carlinhos; Guto, Da Silva, Radamés (Leandro) e Chapinha; Juninho Potiguar e Adalgísio Pitbul (Luís Gustavo). Técnico: Sidney Moraes.

OESTE - Fernando Leal; Adriano Alves, Dezinho e Ligger; Arnaldo, Paulo Vítor (Marcos Paraná), Fernandes, Memo e Piauí (Lelê); Jheimy (Bruno Nunes) e Vanderson. Técnico: Roberto Cavalo.

GOLS - Adriano Alves, aos 12 e aos 30 (pênalti), e Bruno Nunes, aos 44 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Leyrielton, Luiz Otávio e Da Silva (Icasa); Ligger e Adriano Alves (Oeste).

CARTÃO VERMELHO - Bruno Perone (Icasa).

ÁRBITRO - Charles Hebert Cavalcante Ferreira (AL).

RENDA - R$ 13.141,00.

PÚBLICO - 1.075 pagantes.

LOCAL - Estádio Romeirão, em Juazeiro do Norte (CE).

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSérie BIcasaOeste

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.