Oeste e Monte Azul empatam por 2 a 2 em Itápolis

O Oeste conseguiu seu primeiro ponto no Campeonato Paulista ao empatar com o Monte Azul por 2 a 2, nesta quarta-feira, no Estádio Picardão, na cidade de Itápolis, pela segunda rodada. A partida foi bem disputada pelas duas equipes, e o resultado acabou sendo justo.

AE, Agencia Estado

20 de janeiro de 2010 | 21h47

 

Veja também:

especial QUIZ - Você sabe tudo sobre o Paulistão?

lista RESULTADOS / tabelaCLASSIFICAÇÃO

Com o empate, o Oeste ficou um ponto - perdeu na estreia por 4 a 0 para o Bragantino. Já o Monte Azul, depois de empatar com o Corinthians por 1 a 1, chegou o seu segundo ponto.

O Monte Azul adotou uma postura inicial defensiva. E apesar da pressão, o Oeste demonstrava pouca objetividade em suas jogadas ofensivas. Mas ainda assim, abriu o placar aos 29 minutos. Depois de cobrança de escanteio, a defesa não aliviou e a bola sobrou para o chute de Adriano.

Bastou, porém, o Monte Azul forçar um pouco para virar o placar. Aos 38 minutos, Borebi fez boa jogada pelo lado direito da área e cruzou para Ferrari, que dominou e bateu cruzado para empatar. Dois minutos depois, a defesa do Oeste voltou a falhar. Marcelo recebeu passe diagonal, bateu firme de pé esquerdo e marcou o segundo dos visitantes.

No começo do segundo tempo, o zagueiro Paulo Miranda cometeu falta feia sobre Borebi e foi expulso, deixando o Oeste com um a menos. E curiosamente, a equipe melhorou. Até que aos 10 minutos, na pequena área, Ricardo Bueno completou para as redes depois do cruzamento de Fernandes.

Mesmo com um jogador a menos, o Oeste foi melhor na etapa final. O Monte Azul, mesmo em vantagem numérica, preferiu garantir o empate, o segundo na competição.

No domingo, pela terceira rodada, o Oeste vai enfrentar o Corinthians, na Arena da Fonte Luminosa, em Araraquara. Já o Monte Azul encara a Ponte Preta, sábado, em Campinas.

OESTE 2 X 2 MONTE AZUL

Oeste - Mauro; Paulo Miranda, Rogério e Valtinho (Bruno Campos); André Luis (Alê), Adriano, Cléber, Fernandes e Fernandinho; Ricardinho e Ricardo Bueno. Técnico - Paulo Comelli

Monte Azul - Tiago Cardoso; Dedê, Ávalos, Mauro e Ferrari; Rafael Fefo, Luciano Sorriso, Franciscatti (Neto Maranhão) e Marcelinho (Rafael Ueta); Marcelo (Silvinho) e Borebi. Técnico - Edison Só

Gols - Adriano, aos 29, Ferrari, aos 38 e Marcelo, aos 40 minutos do primeiro tempo; Ricardo Bueno, aos 10 minutos do segundo tempo.

Árbitro - Raphael Claus

Cartões amarelos - Ávalos, Mauro, Paulo Miranda, Ricardinho e Dedê

Cartão vermelho - Paulo Miranda

Renda e público - indisponíveis

Local - Estádio Ildenor Picardi Semeghine, em Itápolis (SP)

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.