Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Oeste e União acham que não cairão

Dois clubes do interior estão em apuros no Paulistão. Um deles é o Oeste, punido pelo Tribunal de Justiça Desportiva com a perda de 12 pontos por inscrição irregular de três jogadores. Outro é o União São João de Araras, que não somou pontos em cinco jogos e apresenta a pior campanha do campeonato e também se vê ameaçado pelo rebaixamento no Grupo 2. Como os técnicos e as diretorias desses clubes podem motivar os jogadores para sair dessa situação? Para o técnico Arnaldo Lira, que estreou no comando do União com uma histórica goleada de 8 a 3 para o Santos, tudo é questão "de motivação e superação". Segundo ele, os jogadores precisam ganhar moral para reverter o quadro negativo que se apresenta. "Já estive no União em situações parecidas e sempre superamos com muita garra e vitórias." Nas suas contas, o time precisará de duas vitórias para chegar aos seis pontos e não ser mais alcançado pelo Oeste, no momento com sete pontos negativos. Para dar moral aos jogadores, o técnico já avisou que não pretende fazer mudanças contra o Paulista, sábado, em Araras. "Se ficar mudando o time toda hora, nunca vamos ter conjunto." Mas o clima no clube, ontem, era de velório. E os salários estão atrasados. Em Itápolis, o técnico Luís Carlos Martins já é quase herói. Sob seu comando o time conseguiu cinco pontos em três jogos, inclusive sua primeira vitória na elite paulista, 2 a 1 sobre o Mogi Mirim. O presidente Mauro Guerra disse que aguarda a data do julgamento do recurso no Tribunal de Justiça, pois garante que tem como provar que o clube "agiu licitamente" na utilização dos jogadores Daniel, Marcelo Santos e Adão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.