Oeste empata com o Figueirense e perde chance de entrar no G-4

Time de Barueri não aproveita vantagem numérica após expulsão de Guilherme Lazaroni e fica no 1 a 1em casa

Estadão Conteúdo

07 Novembro 2017 | 22h50

O Oeste desperdiçou uma grande oportunidade de entrar no G-4 - a zona de acesso - do Campeonato Brasileiro da Série B. Com um jogador a mais desde os minutos finais do primeiro tempo, o time paulista ficou no empate com o Figueirense por 1 a 1, em partida realizada nesta terça-feira, na Arena Barueri, em Barueri (SP), pela 34.ª rodada.

+ Criciúma vence Boa e se distancia de vez do rebaixamento na Série B

+ América-MG afunda ABC, encaminha acesso e cola no Inter na liderança

+ Vila Nova e Santa Cruz empatam e ficam distantes dos seus objetivos 

Com a derrota do Paraná diante do Brasil-RS por 2 a 0, o Oeste soma os mesmos 56 pontos do rival, mas leva a pior no número de vitórias (16 a 14). Já o Figueirense, que não perde há quatro jogos, tem 43 pontos, abrindo uma leve gordura em relação à zona de rebaixamento.

O time catarinense foi até Barueri para pontuar. Vivendo um bom momento até então na Série B, o Oeste criou as principais jogadas, mas não conseguiu furar o bloqueio adversário nos 45 minutos iniciais. Na melhor chance, Mazinho recebeu pela esquerda e tentou tocar para Robert, mas a defesa afastou a tempo.

O time visitante ainda teve um jogador expulso antes do apito final. Guilherme Lazaroni dividiu com Mazinho. O árbitro considerou falta do volante e aplicou o segundo cartão amarelo e consequentemente o vermelho. Isso fez o técnico Roberto Cavalo apostar em um time ainda mais ofensivo para a etapa final.

Mas foi o Figueirense que surpreendeu logo de cara. Em cobrança de falta do experiente Jorge Henrique, André Luis desviou de cabeça na saída do goleiro Rodolfo. Após o gol, o visitante recuou, chamando o adversário para o seu campo de defesa.

Aos poucos, o Oeste foi tendo volume de jogo e acabou achando o empate aos 33 minutos. Mazinho arriscou de longe. Saulo tentou fazer a defesa, mas acabou vendo a bola passar entre os seus braços. É o 16.º gol do atacante paulista, artilheiro isolado da competição.

O Oeste só não virou por causa de Saulo. O goleiro se redimiu do erro e defendeu uma cabeçada à queima-roupa de Raphael Luz na última grande chance da equipe da casa de conquistar os três pontos, que o colocaria no G4.

Na próxima rodada, a 35.ª, o Oeste visita o Juventude nesta sexta-feira, às 19h15, no estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul (RS). O Figueirense desafia o vice-líder América-MG no sábado, às 17h30, no estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis.

FICHA TÉCNICA:

OESTE 1 x 1 FIGUEIRENSE

OESTE - Rodolfo; Daniel Borges, Joilson, Leandro Amaro e Willian Cordeiro; Lídio (Henrique), Betinho e Mazinho; Gabriel Vasconcelos (Jheimy), Robert e Danielzinho (Raphael Luz). Técnico: Roberto Cavalo.

FIGUEIRENSE - Saulo; Dudu, Ferreira, Naylhor e João Lucas; Zé Antônio, Dudu Vieira (Abuda), Jorge Henrique (Ferrugem), Guilherme Lazaroni e Renan Mota (Pereira); André Luis. Técnico: Milton Cruz.

GOLS - André Luis, aos 6, e Mazinho, aos 33 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Lídio, Betinho, Leandro Amaro e Mazinho (Oeste).

CARTÃO VERMELHO - Guilherme Lazaroni (Figueirense).

ÁRBITRO - Pablo dos Santos Alves (PB).

RENDA - R$ 21.710,00.

PÚBLICO - 3.665 pagantes.

LOCAL - Arena Barueri, em Barueri (SP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.