Jefferson Vieira / Oeste FC
Jefferson Vieira / Oeste FC

Oeste encerra sequência de empates sem gols e vence Guarani em Campinas

Com uma postura ofensiva, o time de Barueri quebrou um jejum, pois vinha de dois empates sem gols

Redação, Estadão Conteúdo

26 de janeiro de 2019 | 18h49

O Oeste conquistou a sua primeira vitória no Campeonato Paulista ao vencer o Guarani, por 2 a 1, neste sábado, no estádio Brinco de Ouro, pela terceira rodada. Com uma postura ofensiva, o time de Barueri quebrou um jejum, pois vinha de dois empates sem gols, diante de Ponte Preta e Bragantino.

Os dois times voltaram esta temporada à elite paulista, sendo que na decisão da Série A2 de 2018 o time campineiro havia goleado o oponente por 4 a 0. A vitória deixou o Oeste, ainda invicto, com cinco pontos no Grupo D, um atrás do líder São Paulo e bem na frente de Botafogo e Ituano, com um ponto cada. O Guarani, que vinha de virada sobre o Corinthians, por 2 a 1, continua com três pontos no Grupo B que é liderado pelo Palmeiras, com quatro, e tendo ainda Novorizontino, com três, e São Bento com um.

O Guarani utilizou o seu terceiro uniforme, com uma camisa dourada e calções verdes. O Oeste surpreendeu no início de jogo por sua postura ofensiva. Com a marcação adiantada, procurou não dar espaço para o time campineiro trocar passes, teoricamente, o seu ponto forte. Antes do primeiro minuto, Elvis já invadiu a área pelo lado esquerdo e chutou forte para Giovanni espalmar a escanteio.

Com a chegada da chuva, que chegou a dificultar a visão do campo das arquibancadas, a situação piorou para o time da casa. O gramado ficou encharcado. O Oeste não ligou e continuou pressionando, principalmente pelo lado esquerdo para aproveitar a improvisação do lateral Fabrício Bigode como lateral-direito. Aos dez minutos, Mazinho chutou rasteiro e Giovanni encaixou.

O Guarani criou duas chances com a ajuda das poças d'água. Aos 17 minutos, Diego Cardoso foi lançado, a bola parou numa poça e ele tentou encobriu o goleiro Matheus Cavichioli. Mas saiu sem direção. Aos 29 minutos, Ricardinho chutou em direção a gol e a bola sobrou na grande área para Ignácio. Na hora de finalizar, ele foi bloqueado pelo goleiro do Oeste, que saiu por baixo e agarrou a bola no meio de muita água.

O segundo tempo começou sem chuva e com o gramado sem poças. Mas o Oeste continuava bem melhor. E o primeiro gol saiu aos oito minutos. Mazinho fez o passe para Elvis na marca do pênalti e ele, com categoria, deu uma cavadinha encobrindo Diego Giaretta e o Giovanni. Foi um golaço.

Três minutos depois, após levantamento na área, Elvis cabeceou e a bola foi interceptada com os braços de Fernandes: pênalti bem marcado. Na cobrança, Mazinho mostrou categoria, deslocando Giovanni com um toque de leve no lado aos 12 minutos.

O técnico Osmar Loss teve que desistir da marcação no Guarani. Colocou Lucas Crispim no lugar do apagado Rondinelly para ganhar qualidade no passe, além das entradas de Jefferson Nem e Romisson para ganhar força ofensiva. Aos 30 minutos, o time da casa diminuiu. Após escanteio, Ferreira cabeceou e Felipe Amorim bateu de primeira, em cima das pernas de Matheus Cavichioli. O rebote sobrou na pequena área para o chute forte de William Matheus.

Pressionado, o Oeste sentiu cansaço e recuou. O volante Marciel entrou para fechar o time. E deu conta do recado, mesmo porque o Guarani não teve competência para atacar e finalizar, apesar da disposição.

Pela quarta rodada, o Guarani vai enfrentar o São Paulo, quinta-feira, fora de casa. O Oeste vai receber o Palmeiras, quarta-feira, às 21h30, na Arena Barueri.

FICHA TÉCNICA

GUARANI 1 X 2 OESTE

GUARANI - Giovanni; Fabrício Bigode, Ferreira, Diego Giaretta e William Matheus; Fernandes (Romisson), Ricardinho, Inácio (Jefferson Nem), Rondinelly (Lucas Crispim) e Felipe Amorim; Diego Cardoso. Técnico: Osmar Loss.

OESTE - Matheus Cavichioli; Cicinho, Maracás, Kanu e Alyson (Conrado); Matheus Jesus, Betinho, Elvis (Marciel), Mazinho e Bruno Lopes (Bruno Xavier); Roberto. Técnico: Renan Freitas.

GOLS - Elvis, aos oito, Mazinho, aos 12, e William Matheus, aos 30 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Ilbert Estevam da Silva.

CARTÕES AMARELOS - Fernandes (Guarani). Alyson (Oeste).

RENDA - R$ 57.410,00.

PÚBLICO - 3.235 torcedores.

LOCAL - Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.