Oeste perde do América-MG e volta a ficar ameaçado

O Oeste voltou a ser ameaçado pelo rebaixamento na Série B do Campeonato Brasileiro. Na noite desta terça-feira, o time paulista viu a diferença para a degola diminuir ao ser derrotado pelo América-MG, por 3 a 1, no Estádio dos Amaros, em Itápolis, pela 31ª rodada.

Estadão Conteúdo

21 de outubro de 2014 | 22h00

Os comandados de Roberto Cavalo chegaram ao quarto jogo sem vitória - dois empates e duas derrotas - e mantiveram o 16.º lugar, com 35 pontos, mas viram dois adversários diretos que estão dentro da degola - América-RN e Icasa - vencerem e diminuírem a diferença para apenas dois e três pontos, respectivamente. Os mineiros, por outro lado, chegaram ao oitavo jogo sem derrota, com 45 pontos, ainda sonhando com o acesso, mesmo sete pontos atrás do Avaí, quarto colocado.

O América-MG começou em cima do adversário e encontrou no lado direito uma alternativa para tentar furar o bloqueio do Oeste. Os donos da casa tentavam subir pelas laterais, apostando na velocidade de Lelê. Já os mineiros concentraram o jogo no meio-campo, apostando no toque de bola.

Foi justamente em uma boa movimentação de ataque que o América conseguiu abrir o placar, aos 26 minutos. Gilson arrancou, tocou e partiu para receber. A marcação acompanhou o meia e deixou Tchô livre na entrada da área. O meia arriscou e acertou o ângulo de Anderson, sem chances de defesa.

O time paulista voltou com uma postura diferente após o intervalo e empatou aos 2 minutos, em lance polêmico. Após cobrança de falta, João Ricardo rebateu para o meio da área e Lelê pegou de primeira dentro da área para marcar. Os jogadores americanos reclamaram de uma falta de Reis no goleiro.

O gol deu ânimo aos donos da casa. Em seguida, Lelê teve outra chance de marcar, mas não mostrou a mesma classe do lance anterior e finalizou muito forte, mesmo dentro da área.

O América-MG, ao contrário, era preciso. Em contra-ataque fulminante, aos 9 minutos, Gilson deixou dois adversários para trás em arrancada e deixou Willians na boa. O meia-atacante invadiu a área e bateu firme para marcar, 2 a 1, aos nove minutos.

Atrás no placar, o Oeste saiu para o ataque no desespero. E sofreu o terceiro gol nos acréscimos. Aos 48 minutos, Willians aproveitou contra-ataque e finalizou com categoria para marcar.

Na próxima sexta-feira, o América-MG encara o América-RN, às 19h30, no Independência, em Belo Horizonte. O Oeste, por sua vez, volta a campo no sábado contra o Luverdense, às 21 horas, no Passo das Emas, em Lucas do Rio Verde (MT).

FICHA TÉCNICA:

OESTE 1 X 3 AMÉRICA-MG

OESTE - Anderson; Everton Dias, Halisson, Daniel Gigante e Denis; João Denoni (Pablo), Leandro Melo, Ramires e Lelê; Wagninho (Jeferson Paulista) e Reis (Cristiano). Técnico: Roberto Cavallo.

AMÉRICA-MG - João Ricardo; Pablo, Adalberto, Vitor Hugo e Raul; Magrão (Thiago Santos), Andrei Girotto, Tchô (Doriva), Gilson e Willians; Junior Negrão (Mancini). Técnico: Givanildo Oliveira.

GOLS - Tchô, aos 26 minutos do primeiro tempo. Lelê, aos 2, e Willians, aos 9 e aos 48 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Pathrice Wallace Correa Maia (RJ)

CARTÕES AMARELOS - Não houve.

RENDA - R$ 5.575,00.

PÚBLICO - 363 pagantes.

LOCAL - Estádio dos Amaros, em Itápolis (SP).

Tudo o que sabemos sobre:
futebolOesteAmérica-MGSérie B

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.