Oeste sofre gol no fim e empata com o Goiás na rodada final da Série B

Equipes ficam no 1 a 1 em partida 'para cumprir tabela' na competição

Estadão Conteúdo

25 Novembro 2017 | 20h50

Livres do rebaixamento na Série B do Campeonato Brasileiro, mas sem chances de acesso à elite do futebol nacional, Oeste e Goiás empataram por 1 a 1, neste sábado, na Arena Barueri, na região metropolitana de São Paulo, na despedida dos clubes nesta rodada final da competição.

Um dos destaques da partida ficou por conta da pernambucana Deborah Cecília Correia, de 32 anos, que comandou a arbitragem de uma partida da Série B pela primeira vez em sua carreira - ela já havia apitado jogos da Copa do Nordeste e da Série D do Brasileirão. Deborah teve boa atuação na parte técnica e disciplinar.

Apesar da aparente falta de interesse, o jogo também valia muito para o meia Mazinho, da equipe paulista. Com 16 gols marcados no campeonato, ele buscava a artilharia isolada do torneio. Mas foi de Rafael Luz o gol da equipe do Oeste. Desta forma, Mazinho dividirá o título de artilheiro da Série B com Bergson, do Paysandu.

O time visitante começou ligado e quase surpreendeu no primeiro minuto com Michael. Lançado em velocidade, ele foi parado pela saída do goleiro André Dias. Mas depois o jogo caiu de produção, com muitos passes errados e poucos lances de perigo.

Os goianos estavam mais dispostos. Aos 24 minutos, Michael deu um peixinho, mas mandou por cima do travessão. Dois minutos depois, Victor Bolt arriscou de longe e assustou o goleiro André Dias, do Oeste.

Depois, aos 32 minutos, Júnior Viçosa recebeu na grande área e bateu cruzado, mas de novo para fora. No balanço do primeiro tempo, faltou pontaria ao Goiás e força ao Oeste. "A bola não chegou lá na frente, mas vamos mudar na volta", avaliou Mazinho.

Na segunda etapa, o meia teve tudo para marcar seu 17.º gol na competição. Aos 25 minutos, Victor Bolt perdeu a bola e Mazinho disparou sozinho em velocidade. Na grande área chutou no alto e o goleiro espalmou. O rebote ficou com Raphael Luz, que fez o gol.

Aos 34 minutos, numa cabeçada, Mazinho teve outra chance, mas perdeu o tempo da bola. E, aos 45, o meia deu passe perfeito para Raphael Luz ampliar, mas ele perdeu a dividida com o goleiro do Goiás.

No entanto, o castigo veio em seguida. Aos 48 minutos, na última descida da equipe goiana, a bola sobrou para o chute forte e alto de Rezende, que deixou tudo igual - resultado mais justo para o desempenho das equipes no duelo.

O Oeste completou quatro jogos sem vencer, fechando a Série B como segundo melhor mandante - foram 10 vitórias, duas derrotas e sete empates em casa. Assim, o clube que adotou Barueri como sede fechou o campeonato com 59 pontos, em sexto lugar. Já o Goiás, sem vencer há sete jogos, terminou em 14.º lugar, com 45 pontos.

Pensando na próxima temporada, os técnicos de ambos os times declararam que deverão permanecer no comando das respectivas equipes em 2018. Pelo lado do Oeste, Roberto Cavalo quer utilizar alguns garotos no elenco para a disputa da Série A2 do Paulistão e novamente a Série B do Brasileiro. O treinador até adiantou que utilizará jovens como o atacante Pedrinho, de apenas 17 anos. "Nunca o Oeste foi tão longe. Quase que conseguimos o acesso", destacou Roberto Cavalo.

Do outro lado, Hélio dos Anjos - em sua sexta passagem pelo Goiás - promete uma reformulação no elenco e um novo planejamento no time alviverde goiano. "Muita coisa vai mudar. Vamos ter muito trabalho pela frente", projetou.

FICHA TÉCNICA

OESTE 1 X 1 GOIÁS

OESTE - André Dias; Daniel Borges, Joilson, Daniel Gigante e Willian Cordeiro; Lídio, Kallyl, Fabrício (Danielzinho) e Mazinho; Pedrinho (Raphael Luz) e Gabriel Vasconcelos (Henrique). Técnico: Roberto Cavalo.

GOIÁS - Marcelo Rangel; Pedro Bambu, Fábio Sanches, David Duarte e Jefferson; Victor Bolt (Rezende), Léo Sena e Thalles (Jarlan); Carlos, Júnior Viçosa (Gustavo) e Michael. Técnico: Hélio dos Anjos.

GOLS - Raphael Luz, aos 25, e Rezende, aos 48 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Deborah Cecília Correia (Fifa/PE).

CARTÕES AMARELOS - Willian Cordeiro, Lídio e Raphael Luz (Oeste).

RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Arena Barueri, em Barueri (SP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.