Oeste-SP é primeiro classificado às quartas da Série D

Na disputa por pênaltis, o Oeste-SP conseguiu garantir a primeira vaga nas quartas de final do Campeonato Brasileiro da Série D - a quarta divisão nacional. Nesta sexta-feira, atuando em Itápolis (SP), o time paulista perdeu para o Cianorte-PR por 1 a 0, mesmo placar que tinha conquistado no Paraná. Na cobrança de pênaltis, o Oeste levou a melhor: 4 a 3.

AE, Agência Estado

30 de setembro de 2011 | 23h21

A estrela da partida, disputada no estádio dos Amaros, foi o goleiro Paulo Musse, que nas cobranças alternadas defendeu o chute de Bruno e garantiu a vaga. Com a classificação assegurada, o Oeste decide uma vaga nas quartas contra o vencedor de Juventude-RS e Mirassol-SP. O jogo de ida, no interior de São Paulo, foi 2 a 0 para os paulistas.

NESTE SÁBADO - Campeão de público em seus jogos no Recife, com média de 35 mil torcedores por jogo, o Santa Cruz-PE vai definir o seu futuro na Série D justamente longe de seus torcedores. O atual campeão pernambucano vai fazer, neste sábado, a partir das 20 horas, o jogo de volta das oitavas de final contra o Coruripe, em Alagoas.

O Santa Cruz leva vantagem por ter vencido o primeiro jogo, no estádio do Arruda, por 1 a 0, com mais de 40 mil torcedores. Agora joga até pelo empate. Se perder por 1 a 0, a definição vai acontecer na cobrança de pênaltis. O time alagoano precisa vencer por dois ou mais gols de diferença para ficar com a vaga.

Já em Juiz de Fora (MG), o Tupi tenta reverter a situação diante do Volta Redonda-RJ, que venceu por 1 a 0 no Rio de Janeiro. Se vencer por 2 a 0, o time mineiro fica com a classificação. É importante não sofrer gol porque tem peso no desempate. No caso de uma vitória do Tupi por 2 a 1, o saldo de gols ficaria igual e a vaga seria do Volta Redonda por ter marcado um gol fora de casa.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCampeonato BrasileiroSérie D

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.