Jonathan Silva/GE Brasil
Jonathan Silva/GE Brasil

Oeste supera o Brasil-RS em Barueri e encosta no G-4 da Série B

Robert, aos 8 minutos do segundo tempo, marcou o único gol da partida

Estadão Conteúdo

27 Outubro 2017 | 22h46

O Oeste segue na briga pelo acesso à elite do futebol brasileiro. O time paulista derrotou o Brasil, de Pelotas (RS), pelo placar de 1 a 0 e se colocou como o principal candidato a tirar o quarteto formado por Internacional, Paraná, América-MG e Ceará do G4. O duelo foi realizado nesta sexta-feira, na Arena Barueri, em Barueri (SP), pela 32.ª rodada da Série B.

+ Figueirense bate CRB em confronto direto contra o rebaixamento

O resultado deixou o Oeste na quinta posição com 52 pontos, apenas a três do Ceará, que ainda entra em campo nesta rodada. Já o Brasil-RS fica na 12.ª colocação com 39, a quatro da zona de rebaixamento.

O empate sem gols no placar ao final do primeiro tempo representou bem o que foram os 45 minutos iniciais. O Oeste teve mais posse de bola, mas encontrou dificuldades para chegar ao gol do Brasil-RS, que criou apenas duas chances de gol. Logo aos oito minutos, Itaqui tocou para Juninho. O atacante saiu da marcação e exigiu grande defesa de Rodolfo.

Depois foi a vez de Itaqui desperdiçar grande oportunidade. Aos 32 minutos, Éder Sciola cruzou, a bola desviou em Joilson e sobrou limpa para o mesmo Itaqui, que encheu o pé e mandou para fora. Já o Oeste só foi chegar em cobrança de falta de Danielzinho, mas sem muito perigo. O time paulista foi facilmente contido pelo ferrolho gaúcho.

No segundo tempo, o Oeste enfim foi mais incisivo e chegou ao gol. Aos oito minutos, Mazinho passou por Eder Sciola e tocou para Raphael Luz. O atacante rolou para Robert empurrar para o fundo das redes. O segundo gol por muito pouco não saiu na sequência. Mazinho deixou com Guilherme Romão, que chutou para defesa de Marcelo Pitol. A resposta veio com Rafinha. Ele recebeu de Cassiano e cabeceou para um milagre de Rodolfo. O goleiro impediu o empate do Brasil-RS.

Em vantagem, o Oeste recuou e começou a jogar no contra-ataque, enquanto que o Brasil-RS não esboçou forças para reagir e evitar a derrota. Mas quase empatou no final, quando Wilson Mathias desviou de cabeça e quase marcou contra. Rodolfo deu um tapinha e a bola ainda explodiu no travessão antes de sair.

O árbitro pediu cinco minutos de acréscimos, mas deu azar. Aos 46 minutos houve uma pane de energia elétrica. Foi necessário esperar cerca de 10 minutos para a volta da iluminação, então com o apoio de geradores. Mesmo de forma precária, o jogo foi reiniciado. Era apenas o prazo de recomeçar e terminar o jogo rapidamente.

Na próxima rodada, a 33.ª, o Oeste enfrenta o Paraná nesta terça-feira, às 21h30, no estádio Durival de Britto, em Curitiba. O Brasil-RS só entra em campo no dia 4 de novembro, um sábado, às 16h30, no estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis.

FICHA TÉCNICA

OESTE 1 x 0 BRASIL-RS

OESTE - Rodolfo; Daniel Borges, Joilson (André Vinícius), Leandro Amaro e Guilherme Romão; Wilson Matias, Lídio e Mazinho; Raphael Luz, Gabriel Vasconcelos (Robert) e Danielzinho (Henrique). Técnico: Roberto Cavalo.

BRASIL-RS - Marcelo Pitol; Éder Sciola, Nirley, Leandro Camilo e Marlon; Leandro Leite, Itaqui e Rafinha; Cassiano (Misael), Marcinho (Elias) e Juninho (Lincom). Técnico: Clemer.

GOL - Robert, aos 8 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Joilson e Henrique (Oeste); Marlon, Marcinho e Rafinha (Brasil-RS).

ÁRBITRO - Leonardo Garcia Cavaleiro (RJ).

RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Arena Barueri, em Barueri (SP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.