Oeste supera o Santa Cruz na Série B com gol no fim

Em um jogo com poucas chances de gols, o Oeste venceu o Santa Cruz por 1 a 0, neste sábado à tarde, no estádio José Liberatti, em Osasco, pela 16.ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. O gol da vitória foi marcado num chute forte e de longe de Rafael Martins, aos 36 minutos do segundo tempo, quando a partida se encaminhava para terminar empatada em 0 a 0.

Estadão Conteúdo

01 Agosto 2015 | 18h41

O Oeste, que vinha de vitória em casa sobre o Sampaio Corrêa, por 1 a 0, subiu para 23 pontos, em oitavo lugar. O Santa Cruz, que nos últimos jogos só perdeu um, continuou com 22 pontos, na décima posição. Porém, o time continua tendo fraco desempenho fora do Arruda, tendo vencido só uma vez como visitante - 2 a 1 sobre o Bragantino, na décima rodada.

Logo aos seis minutos o Santa Cruz teve uma chance clara com João Paulo. Ele testou firme no travessão de Jeferson Romário após levantamento de Marlon, pela esquerda. Parecia que o jogo seria aberto e repleto de chances. Mas nada disso aconteceu.

O time pernambucano errava muitos passes e não mais chegou ao ataque, enquanto o Oeste era lento para chegar ao ataque. Tanto que o time paulista só teve uma chance real de marcar, aos 29 minutos, com Fernandinho. Após o rebote de Tiago Cardoso, a bola ficou para Fernandinho que tocou no canto, mas o zagueiro Neris salvou quase em cima da linha. Apesar da boa movimentação de Mazinho, o Oeste não criou outras chances.

Na volta para o segundo tempo os dois times mudaram. O Oeste trocou Wangler, machucado, para a entrada do atacante Rafael Martins, com fama de oportunista. O visitante ficou sem o volante Wellington, que tinha recebido o único cartão amarelo do duelo até então, para a entrada do lateral Vitor. Desta forma, Bileu passou a atuar no meio-campo, na sua posição de origem.

Os técnicos ainda tentaram ganhar força ofensiva, trocando seus atacantes. Mas a verdade é que a bola não chegava até eles lá no setor ofensivo. Marcelo Martelotte tirou o artilheiro Anderson Aquino para a entrada de Bruno Moraes, enquanto Robert Cavalo trocou no Oeste Junior Negão por Rodriguinho.

O primeiro lance perigoso da etapa final saiu numa jogada polêmica. Aos 22 minutos, Patrick tentou aliviar e a bola voltou para o goleiro Jeferson Romário que a apanhou com as mãos. O experiente árbitro baiano Jailson Freitas considerou recuo de bola, bem perto da pequena área. Na cobrança, a barreira tinha nova jogadores. João Paulo bateu forte, mas a bola desviou em Mazinho e saiu para escanteio.

O Santa Cruz ainda teve outra boa chance aos 30 minutos, quando Luisinho entrou na área pelo lado direito e chutou, mas o goleiro Jeferson Romário rebateu com os pés. Após este susto, o Oeste preferiu se defender mesmo porque o volante Moradei marcou bem Mazinho e matou as jogadas de criações do time paulista. Mas ele conseguiu se desvencilhar da marcação.

Mas em um lance individual, o Oeste anotou seu gol, aos 36 minutos. Rafael Martins recebeu a bola na intermediária e soltou a bomba, surpreendendo a marcação e o goleiro Tiago Cardoso, que viu a bola entrando no seu ângulo esquerdo.

Na próxima sexta-feira, ás 19h30, o Oeste enfrentará o Criciúma, no Estádio Heriberto Hulse, em Santa Catarina. No sábado o Santa Cruz vai receber o Botafogo, às 16h30, no estádio do Arruda, em Recife. Os jogos são válidos pela 17.ª rodada da Série B.

FICHA TÉCNICA

OESTE 1 X 0 SANTA CRUZ

OESTE - Jeferson Romário; Weldinho, Halisson, Ligger e Fernandinho; Leandro Melo, Renato Xavier, Patrick (Paulo Henrique) e Mazinho; Wangler (Rafael Martins) e Junior Negão (Rodriguinho). Técnico Roberto Cavalo.

SANTA CRUZ - Tiago Cardoso; Bileu, Danny Morais, Neris e Marlon; Wellington (Vitor), Moradei, Lelê (Renatinho) e João Paulo; Luisinho e Anderson Aquino (Bruno Moraes). Técnico Marcelo Martelotte.

GOL - Rafael Martins, aos 36 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Jaílson Freitas (BA)

CARTÕES AMARELOS - Leandro Melo e Halisson (Oeste). Wellington (Santa Cruz).

RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Estádio José Liberatti, em Osasco (SP).

Mais conteúdo sobre:
futebolSérie BOesteSanta Cruz

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.