Oeste vence e afunda Sertãozinho na lanterna

O Oeste deu nesta quinta-feira um grande passo na sua luta contra o rebaixamento, ao vencer o Sertãozinho por 2 a 1, no Estádio dos Amaros, em Itápolis, em jogo que encerrou a 16ª rodada do Paulistão.

AE, Agencia Estado

26 de março de 2010 | 00h07

Com a vitória em casa, o Oeste foi aos 19 pontos, agora em 12º lugar no campeonato. Já o Sertãozinho ficou em situação desesperadora, ainda na lanterna, com apenas 11 pontos somados até agora.

Apoiado por sua torcida, o Oeste esteve sempre no ataque, em busca da vitória. E contou com a boa fase do atacante Ricardo Bueno, que marcou os dois gols e chegou a 12 no Paulistão, na briga pela artilharia.

O primeiro gol de Ricardo Bueno saiu logo aos 10 minutos, quando ele entrou na área em velocidade e desviou do goleiro Gilberto. O segundo veio na etapa final, em pênalti cobrado pelo atacante aos 15.

O Sertãozinho ainda fez o seu gol de honra aos 36 minutos, com João Paulo. Mas não conseguiu impedir a derrota para o Oeste, que o deixa bem perto do rebaixamento no Paulistão.

No domingo, pela 17ª rodada do campeonato, o Oeste recebe o Ituano e o Sertãozinho visita o Botafogo.

FICHA TÉCNICA:

Oeste 2 x 1 Sertãozinho

Oeste - Neneca; Negretti (Rogério), Adriano e Cris; Wilton Goiano (Adriano Ferreira), Dionísio, Alê, Kléber e Fernandinho; Ricardo Bueno (Willian) e Mazinho. Técnico: João Ricardo.

Sertãozinho - Gilberto; Erivélton, Pablo e Rodrigo; Ricardo Lopes, Éverton, Marcus Vinícius, Alex Maranhão (Muller) e Élder (João Paulo); Thiago Silvy e Mendes (Léo Mineiro). Técnico: Paulo Comelli.

Gols - Ricardo Bueno, aos 10 minutos do primeiro tempo; Ricardo Bueno (pênalti), aos 15, e João Paulo, aos 36 minutos do segundo tempo.

Árbitro - Paulo César de Oliveira.

Cartões amarelos - Élder, Thiago Silvy, João Paulo, Pablo, Alê, Dionísio e Wilton Goiano.

Renda - Não disponível.

Público - 1.348 pagantes.

Local - Estádio dos Amaros, em Itápolis.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.