Oeste vence Ituano e se tranquiliza no Paulistão

O Oeste ficou muito perto de atingir o objetivo de se manter na elite do futebol paulista em 2011 ao vencer o Ituano, por 2 a 0, neste domingo, em partida válida pela 17.º rodada do Campeonato Paulista. Com o triunfo, o time de Itápolis chegou aos 22 pontos, em 11.º lugar. O Ituano sofreu sua terceira derrota consecutiva, ficando com 19 pontos, em 13.º lugar, ameaçado de cair para a segunda divisão do estadual.

AE, Agência Estado

28 de março de 2010 | 13h25

O primeiro tempo foi sonolento, com poucas jogadas ofensivas. A principal chance de gol foi do Ituano, num chute de longe de Marcel espalmado pelo atento goleiro Neneca. No intervalo, houve uma discussão entre um maqueiro e o massagista, ambos de Itápolis. Eles foram expulsos e retardaram o início do segundo tempo. Fora de campo, houve agressão e o massagista levou a pior, sendo encaminhado para um hospital. Isso após a chegada de uma segunda ambulância ao estádio para evitar a paralisação do jogo.

No segundo tempo, o Oeste foi ao ataque e, em poucos minutos, criou várias chances para abrir o placar. O time de Itápolis teve o domínio do jogo contra um Ituano recuado, preocupado apenas em se defender para garantir o empate e sem mostrar força no contragolpe.

O Oeste conseguiu seus gols no final. Aos 37 minutos, Alex William cobrou falta pelo alto e Ricardo Bueno desviou de leve, mandando a bola para as redes. Este foi o seu 13.º gol, dividindo a artilharia do Paulistão com Rodriguinho, do Santo André. No minuto seguinte, a defesa do Ituano perdeu a posse de bola e Ricardo chutou à queima roupa em cima de Saulo. No rebote, Kléber completou para as redes.

Na penúltima rodada, o Oeste vai enfrentar o Palmeiras, no Palestra Itália, no próximo sábado, e depois vai receber o Rio Branco, na última rodada. O Ituano vai receber o Corinthians, no próximo domingo, e depois vai pegar a Portuguesa, no Canindé.

Ficha Técnica:

Oeste 2 x 0 Ituano

Oeste - Neneca; Paulo Miranda, Adriano e Cris; Adriano Ferreira, Dionísio, Mário (Alex Willian), Kleber (Rogério) e Fernandinho; Ricardo Bueno e Mazinho (Ricardo). Técnico - João Ricardo.

Ituano - Saulo; Jean Pablo, João Leonardo e Rodrigão; Simão (Anderson Sales), Cássio, Sandro (Carlos Eduardo), Marcel (Luis Eduardo) e Alessandro; Daniel e Lincom. Técnico - Mazola Júnior.

Gols - Ricardo Bueno, aos 37, e Kléber, aos 38 minutos do segundo tempo.

Árbitro - Milton Etsuo Ballerini

Cartões amarelos - Paulo Miranda, Alex Willian e Kléber (Oeste).

Cartão vermelho - Luis Eduardo (Ituano)

Renda e público - não disponíveis.

Local - Estádio dos Amaros, em Itápolis (SP)

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCampeonato PaulistaOesteItuano

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.