Oeste vence Ponte Preta de virada e se classifica para as quartas do Paulistão

Além de passar para próxima fase do estadual, equipe de Itápolis se habilita para disputar Série D

AE, Agência Estado

10 de abril de 2011 | 21h07

ITÁPOLIS - Contando com mais uma péssima atuação do goleiro Bruno, que levou dois frangos, o Oeste bateu a Ponte Preta por 2 a 1, neste domingo, no estádio dos Amaros, em Itápolis, pela 18.ª e penúltima rodada, e carimbou a classificação para as quartas de final do Campeonato Paulista. De quebra, carimbou o passaporte para a disputa da Série D do Campeonato Brasileiro.

O Oeste chegou aos 30 pontos e subiu para a quinta colocação, não podendo mais ser alcançado pelo Paulista, primeiro fora do G-8, com 25 pontos. Além disso, se juntou ao Mirassol para a disputa da Série D. Enquanto isso, a Ponte Preta continuou com 29 pontos e caiu para o sétimo lugar. Neste momento, o time de Itápolis enfrentaria o Santos nas quartas, enquanto que os campineiros teriam pela frente o São Paulo.

Classificada de forma antecipada, a Ponte Preta entrou em campo mais solta e sem maiores pretensões, tanto que acabou criando as principais chances de gol. Na melhor delas, o volante Josimar aproveitou rebote da zaga e bateu de primeira, mas a bola passou raspando a trave de Fábio. Mostrando nervosismo, pois precisava da vitória para se classificar, o Oeste tinha maior posse de bola, mas não conseguia finalizar com perigo.

Precisando da vitória para garantir a classificação, o time de Itápolis voltou melhor do intervalo, mas foi surpreendido aos sete minutos. Amaral cobrou escanteio para dentro da área e a bola desviou no volante Adriano, enganando o goleiro Fábio e morrendo no fundo das redes.

Atrás do marcador, o Oeste partiu para cima e conseguiu o empate aos 28 minutos. Adriano invadiu a área e bateu rasteiro, contando com uma falha do goleiro Bruno, que viu a bola passar debaixo de seu corpo. Quando o jogo parecia que terminaria empatado, a equipe da casa fez o gol que garantiu sua classificação. Reinaldo deixou Amaral para trás, invadiu a área e bateu fraco, mas contou com mais uma falha de Bruno, que tentou encaixar e não conseguiu.

O Oeste encerra a sua participação na primeira fase no próximo domingo, quando enfrenta o São Paulo, às 16 horas, em Mogi Mirim. Já classificada, a Ponte Preta apenas cumpre tabela contra o líder Palmeiras, no mesmo dia e horário, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas.

OESTE - - Fábio; Dedê (Fábio Neves), Caldeira, Cris (Mazinho) e Fernandinho; Adriano, Marino, Márcio Passos e Roger; Anselmo Ramon (Reinaldo) e Fábio Santos. - Luis Carlos Martins.

PONTE PRETA - 1 - Bruno; Amaral, Diego Jussani, Wellington e João Paulo; Xaves, Josimar, Gil (Ricardinho) e Válber; Tiago Luís (Renan) e Rômulo (Renatinho). - Gilson Kleina.

Gols - Adriano (contra), aos 7, e Reinaldo, aos 28 e aos 43 minutos do segundo tempo. Cartões amarelos - Cris, Fábio Santos e Fernandinho (Oeste); Xaves, João Paulo, Válber, Gil, Renan e Wellington (Ponte Preta). Árbitro - Leandro Bizzio Marinho. Renda e público - Não disponíveis. Local - Estádio dos Amaros, em Itápolis (SP).

Veja também:

PAULISTÃO - tabelaClassificação | listaResultados

especialCALENDÁRIO - O caminho de cada time

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.