Oeste vence São Caetano em semifinal do Interior

Oeste vence São Caetano em semifinal do Interior

Com um gol de Ricardo Bueno, artilheiro isolado do Campeonato Paulista, com 16 gols, o Oeste venceu o São Caetano, por 1 a 0, neste sábado, pelas semifinais do Troféu Campeão do Interior do Campeonato Paulista, no Estádio dos Amaros, em Itápolis.

AE, Agência Estado

10 de abril de 2010 | 20h52

Agora, o Oeste tem a vantagem de atuar por um empate no jogo de volta, no próximo sábado, às 16 horas, no ABC Paulista, para chegar à decisão inédita. O outro finalista sairá do confronto entre Ponte Preta e Botafogo, que empataram sem gols, em Campinas.

Os dois times começaram o jogo de forma cautelosa, adotando o esquema tático 3-5-2. Apoiado por sua torcida, o Oeste passou a ser mais agressivo e teve duas boas chances para abrir o placar. Como estava difícil penetrar no bloqueio defensivo do São Caetano, o time da casa optou pelos chutes de longa distância. Aos 28 minutos, Mazinho bateu de longe e Luiz mandou para escanteio. Aos 39 minutos, outra vez de fora da área, Ricardo Bueno soltou a bomba, que explodiu no travessão.

O ritmo não mudou no segundo tempo. O Oeste passou a explorar mais as laterais e chegou ao seu gol, aos 15 minutos, com o artilheiro Ricardo Bueno. Ele lidera sozinho a artilharia, com 16 gols, três a mais do que Rodriguinho, do Santo André. Fernandinho começou a jogada na esquerda ao cruzar pelo alto. Do outro lado, Mazinho se esforçou para dominar a bola e fazer outro cruzamento, desta vez na medida na cabeça de Bueno. Ele testou com consciência, tanto que o zagueiro Glauber e o goleiro Luiz se confundiram no lance, e não impediram que a bola entrasse nas redes.

Ricardo Bueno, que não está em sua melhor forma física, sentiu dores musculares e pediu para ser substituído. Ricardinho entrou em seu lugar e a alteração facilitou o trabalho da defesa do São Caetano, que ficou mais despreocupada.

Roberto Fonseca tentou imprimir velocidade ao ataque do time do ABC Paulista com as entradas de Eduardo e Fábio nas vagas de Hugo e Wanderley. Mas faltou articulação no meio-campo para que a bola chegasse no ataque em boas condições de finalização. Não merecia mesmo o empate e quase sofreu o segundo gol aos 41 minutos, quando Wilton Goiano apareceu livre na frente do gol, mas chutou em cima do goleiro Luiz.

Ficha Técnica:

Oeste 1 x 0 São Caetano

Oeste - Neneca; Paulo Miranda, Adriano e Cris; Wilton Goiano, Dionísio, Alê, Kleber (Alex Willian) e Fernandinho; Ricardo Bueno (Ricardinho) e Mazinho. Técnico João Ricardo.

São Caetano - Luiz; Artur, Glauber, Marcelo Batatais e Bruno Recife; Moradei (Lucas), Jairo, Fernandes e Éverton Ribeiro; Hugo (Eduardo) e Wanderley (Fábio). Técnico Roberto Fonseca.

Gol - Ricardo Bueno, aos 15 minutos do segundo tempo.

Árbitro - Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza

Cartões amarelos - Wilton Goiano, Adriano, Paulo Miranda e Alex Willian (Oeste); Luiz e Hugo (São Caetano).

Renda - R$ 17.010,00

Público - 1.821 pagantes.

Local - Estádio dos Amaros, em Itápolis (SP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.