Mourão Panda/ América-MG
Mourão Panda/ América-MG

Oeste vira sobre América-MG, encosta no G-4 e Inter abre seis pontos na liderança

Time mineiro viu sequência de 11 jogos sem tropeço em casa acabar ao ser derrotado por 2 a 1

Estadão Conteúdo

01 Outubro 2017 | 14h10

A briga por uma vaga no G4 da Série B ganhou mais um concorrente na manhã deste domingo com a vitória do Oeste sobre o América-MG por 2 a 1, de virada, no estádio Independência, em Belo Horizonte, no fechamento da 27.ª rodada.

+ Ceará triunfa, mantém Luverdense no Z-4 e encosta no G-4 da Série B

+ Boa desperdiça pênalti e Náutico vence em Caruaru pela Série B do Brasileiro

+ Vila Nova busca empate com Brasil de Pelotas no fim e se mantém no G4 da Série B

O América-MG viu acabar a sequência invicta de 11 jogos em casa, mas continua na vice-liderança, com 48 pontos, agora a seis pontos de distância do líder Internacional. O Oeste chegou ao sétimo jogo sem derrota, com cinco vitórias e dois empates, e ocupa a sétima colocação, com 44 pontos, dois a menos do que o Vila Nova-GO, o quarto colocado.

O clima fechou nos minutos finais e após o jogo o zagueiro Messias, do América-MG, acusou o goleiro Rodolfo, do Oeste, de tê-lo chamado de macaco. A Polícia Militar precisou ser chamada para acalmar os ânimos. O goleiro paulista se defendeu alegando que também é negro.

O primeiro tempo foi dominado pelo América-MG, mas as chances reais de gol só foram aparecer nos 15 minutos finais. Edno cobrou falta por cima da barreira e Rodolfo buscou com as pontas dos dedos no ângulo.

Na sequência, Renan Oliveira soltou uma bomba à queima roupa para outra defesa do goleiro. No rebote, a bola acertou Leandro Amaro e só não entrou porque Joilson salvou em cima da linha.

+ D'Alessandro marca 2, Inter vence 8ª seguida em casa e dispara no topo da Série B

+ Confira a tabela da Série B do Campeonato Brasileiro

Depois de passar em branco durante todo o primeiro tempo, o América-MG abriu o placar logo aos três minutos da etapa final. Matheusinho foi derrubado dentro da área por Guilherme Romão e o árbitro marcou pênalti. Edno deslocou Rodolfo com categoria.

O gol fez o Oeste sair de trás e deixou a partida mais aberta. A pressão do time rubro-negro surtiria efeito. Aos 27 minutos, Norberto derrubou Guilherme Romão e o árbitro assinalou outro pênalti, dessa vez convertido por Mazinho.

O camisa 10 também marcou o gol da virada dez minutos depois. Robert roubou a bola de David e passou para o meia finalizar entre as pernas de João Ricardo. Nos minutos finais, o América se lançou todo ao ataque, mas não furou o bloqueio adversário.

Os dois times voltam a campo no próximo sábado, pela 28ª rodada. O América-MG enfrenta o Santa Cruz, às 19 horas, no estádio do Arruda, em Recife, enquanto o Oeste recebe o Guarani, às 16h30, na Arena Barueri.

FICHA TÉCNICA:

AMÉRICA-MG 1 X 2 OESTE

AMÉRICA-MG - João Ricardo; Norberto, Rafael Lima, Messias e Giovanni (David); Juninho, Ernandes, Renan Oliveira (Hugo Cabral), Ruy (Gerson Magrão) e Matheusinho; Edno. Técnico: Enderson Moreira.

OESTE - Rodolfo; Daniel Borges, Joilson, Leandro Amaro e Guilherme Romão; Lídio (Jheimy), Betinho, Raphael Luz e Mazinho; Danielzinho (Robert) e Gabriel Vasconcelos (Wilson Mathias). Técnico: Roberto Cavalo.

GOLS - Edno, de pênalti, aos três, Mazinho, de pênalti, aos 27 e aos 37 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Jailson Macedo Freitas (BA).

CARTÕES AMARELOS - David (América-MG); Betinho e Guilherme Romão (Oeste)

RENDA - R$ 27.347,00.

PÚBLICO - 7.889 pagantes.

LOCAL - Arena Independência, em Belo Horizonte (MG).

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.