Bruno Haddad/Cruzeiro
Bruno Haddad/Cruzeiro

Oficializados, Everton Felipe e Roberson querem ajudar Cruzeiro em volta por cima

Jogadores assinaram contrato com o clube até o fim de 2020 e já foram apresentados

Redação, Estadão Conteúdo

27 de janeiro de 2020 | 13h14

A manhã de segunda-feira na Toca da Raposa II foi de novidades no elenco do Cruzeiro. O clube mineiro oficializou a chegada de dois reforços, o meia Everton Felipe e o atacante Roberson. Eles assinaram contrato com o clube até o fim de 2020 e já foram apresentados.

Everton Felipe, de 22 anos, vestiu a camisa de número 7 no Cruzeiro, sendo cedido por empréstimo pelo São Paulo. Ele se destacou em 2016 e 2017 pelo Sport, depois tendo se transferido ao clube do Morumbi. Por lá, pouco atuou, sendo emprestado na temporada passada ao Athletico Paranaense, onde só jogou cinco vezes em 2019.

Assim, espera recuperar o bom futebol no Cruzeiro, sob o comando de Adílson Batista. "Com o apoio do Adilson Batista e de todos os meus companheiros, espero poder voltar a minha boa fase. É uma chance muito grande na minha carreira. Estou aqui porque quero e estou junto do Cruzeiro para dar a volta por cima", disse Everton Felipe, que comentou sobre o seu estilo de jogo. "Sou um meia-atacante e tenho preferência em atuar por dentro ou pelos lados do campo. Gosto do drible e sou um velocista também", acrescentou.

Em busca de um novo momento na carreira, Everton Felipe espera ajudar na reconstrução do Cruzeiro. "A gente sabe da situação que o clube está, mas a diretoria foi bastante transparente comigo, e esse foi um dos grandes motivos da minha opção em vir para cá. E o Cruzeiro é um clube gigante. É uma fase que está passando, como se fosse um avião grande em uma turbulência, que sabemos que ao final do voo pousará com segurança. Estou aqui para ajudar o Clube", declarou.

Já Roberson, de 30 anos, é uma aposta do Cruzeiro na experiência. Ele surgiu no Grêmio em 2009, tendo atuado por Juventude, Sport, Náutico, MC Alger (Argélia), Internacional, Jeju United (Japão) e Red Bull Bragantino. O atacante acredita que a sua rodagem pode ajudar o Cruzeiro, que tem atuado com um time composto basicamente por jovens formados nas divisões de base neste início de temporada.

"Hoje em dia a garotada está subindo e jogando bem, não precisando de um tempo muito longo de adaptação. Vamos passar um pouco de tranquilidade para eles para que possam trabalhar e mostrar o bom futebol. Juntando a vontade que eles mostram de vencer e a nossa experiência, tenho certeza de que vamos fazer um grande trabalho", comentou o atacante, que vestirá a camisa 37 no Cruzeiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.