José Miguel Gomez/Reuters
José Miguel Gomez/Reuters

Olimpia perde, mas está na final da Copa Libertadores

Com gol polêmico, colombianos fizeram 1 a 0 em Bogotá, mas paraguaios seguram pressão e agora aguardam adversário

AE, Agência Estado

09 de julho de 2013 | 23h45

BOGOTÁ - O Olimpia segurou a enorme pressão do Independiente Santa Fe, e dos seus mais de 50 mil torcedores presentes ao estádio El Campín, em Bogotá, e conseguiu nesta terça-feira uma dramática classificação à decisão da Copa Libertadores. Com a vantagem de ter vencido o jogo de ida, na semana passada, em Assunção, por 2 a 0, o time paraguaio se fechou na defesa e avançou mesmo com uma derrota por 1 a 0.

Depois de um primeiro tempo sem muitas emoções, muito por causa da forte marcação do Olimpia e a ineficiência dos atacantes do Independiente Santa Fe, a segunda etapa foi bem diferente. Necessitando fazer gols, a equipe colombiana foi toda ao ataque e abriu espaços para perigosos contra-ataques paraguaios.

O gol da vitória dos donos da casa saiu só aos 31 minutos. Após cobrança de falta da intermediária, o goleiro espalmou na trave direita e, no rebote, o meia Medina chutou forte no travessão. No quique no chão, a bola ultrapassou um pouco a linha antes do goleiro espalmá-la, mas o árbitro confirmou o gol.

Agora, o Olímpia aguarda o vencedor da outra semifinal da Libertadores. Nesta quarta, o Atlético Mineiro encara a mesma situação do Independiente Santa Fe contra o Newell´s Old Boys, no estádio Independência, em Belo Horizonte, já que na Argentina foi derrotado por 2 a 0. As duas partidas da decisão estão marcadas para os próximos dias 17 e 24.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.