Fabrice Coffrini/AFP
Fabrice Coffrini/AFP

Olympique de Marselha é multado por quebrar regras do fair play financeiro

Equipe francesa vai ser obrigada a pagar uma multa de 2 milhões de euros

Redação, Estadão Conteúdo

19 de junho de 2019 | 17h46

O Olympique de Marselha terá que pagar multa de 2 milhões de euros (cerca de R$ 8,68 milhões) por quebrar regras do fair play financeiro em relação a transferência de jogadores e pagamento de salários.

Além disso, o painel financeiro dos clubes da Uefa chegou a um acordo com o clube francês para reter mais 4 milhões de euros (R$ 17,3 milhões) em futuras premiações ao Olympique, caso o clube volte a quebrar alguma regra até junho de 2023.

O painel ainda estipulou uma margem para os futuros gastos do clube. De acordo com a Uefa, o Olympique terá um limite de déficit de 30 milhões de euros (R$ 130 milhões) para a próxima temporada.

Desde que foi adquirido pelo ex-proprietário do Los Angeles Dodgers, Frank McCourt, o time de Marselha alcançou a final da Liga Europa de 2018. Mas não obteve conquistas de peso. A equipe não disputará competição europeia na próxima temporada, após terminar o Campeonato Francês na quinta colocação.

A ausência nos torneios europeus, como Liga Europa e Liga dos Campeões, custou o emprego do técnico Rudi Garcia, que tinha em seu elenco jogadores do nível de Mario Balotelli e Dmitri Payet. O novo treinador do clube é o português Andre Villas-Boas, com passagens pelo Chelsea, Tottenham e Zenit St. Petersburg.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.