Jean Paul Pelissier/Reuters
Jean Paul Pelissier/Reuters

Olympique ganha e vira o ano como líder do Campeonato Francês

Marselha está três pontos à frente do vice-líder Paris St. Germain, que ficou só no empate em casa com o Montpellier

Julien Pretot, Reuters

21 de dezembro de 2014 | 15h32

O Olympique de Marselha vai liderar o Campeonato Francês durante as duas semanas de pausa para as festas de fim de ano graças ao gol de quase-voleio de Michy Batshuayi, que deu a vitória ao time em casa sobre o Lille por 2 x 1 neste domingo, 21.

O atacante belga Batshuayi, titular desde que o treinador Marcelo Bielsa decidiu colocar no banco o jogador da seleção francesa Dimitri Payet após desempenho ruim nos treinos, marcou o gol da vitória aos 24 minutos do segundo tempo para colocar o time de Marselha com 41 pontos em 19 jogos.

O Marselha está três pontos à frente do vice-líder Paris St. Germain, que ficou só no empate em casa em 0 x 0 com o Montpellier no sábado. O terceiro colocado Lyon pode avançar para o segundo posto, a dois pontos do líder, caso vença o Bordeaux ainda neste domingo.

No Velodrome, o Olympique impôs seu padrão de posse de bola contra um Lille que está apenas na 13a posição com 21 pontos, dois pontos distante da zona do rebaixamento.

A onze minutos do intervalo, um escanteio baixo cobrado por Florian Thauvin foi desviado por Roux para o fundo das próprias redes, dando aos anfitriões uma merecida vantagem no placar.

O Lille devolveu com uma cabeçada de Marko Basa em cobrança de falta de Florent Balmont, que o goleiro Steve Mandanda defendeu.

Aos 16 minutos da segunda etapa, Djibril Sidibe fez a jogada para deixar Gueye livre na área para marcar com um leve toque deslocando Mandanda.

Batshuayi, que começou como segundo atacante um pouco atrás de Andre-Pierre Gignac, recebeu cruzamento de Thauvin pela esquerda e emendou um quase-voleio no ângulo para colocar o time de Marselha novamente na frente do placar.

O autor do gol da vitória teve mais uma chance nos segundos finais de jogo, mas desperdiçou ao tentar fazer o passe para Gignac em vez de finalizar a jogada.

Tudo o que sabemos sobre:
futinterfutebolFRANCESOLYMPIQUE

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.