Onaireves depõe na CPI da Câmara

O presidente da Federação Paranaense de Futebol, o ex-deputado federal Onaireves Moura, admitiu em seu depoimento na CPI da CBF/Nike, que está sendo realizado neste momento na Câmara, a existência de uma conta bancária aberta para captar recursos destinados à construção do estádio Pinheirão, em Curitiba, que acabou movimentando recursos do pagamento de direitos de transmissão de jogos.O deputado Doutor Rosinha (PT-PR) observou que "é estranho que uma Federação de Futebol mantenha uma conta aberta com outro CGC, que não é o mesmo da Federação, mas que não são recursos para a finalidade da conta corrente". O parlamentar disse também que, "na quebra dos sigilos da Federação (Paranaense), não ficou constatada a existência dessa conta corrente nem a sua movimentação financeira". Depois disso, Doutor Rosinha anunciou que estuda a possibilidade de apresentar requerimento para que a CPI quebre também o sigilo da conta da Comissão de Construção do estádio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.