Ricardo Moraes/ Reuters
Ricardo Moraes/ Reuters

Onde assistir ao Campeonato Carioca de 2021 que começa nesta terça-feira

TV Record vai exibir 15 jogos ao vivo; torcedores também têm opção de contratar o  pay-per-view

Redação, O Estado de S.Paulo

02 de março de 2021 | 10h00

O Campeonato Carioca começa nesta terça-feira com o atual bicampeão Flamengo em campo. A edição de 2021 terá transmissão da Record na TV Aberta, uma novidade depois de a Globo abrir mão da disputa. Os torcedores também terão chance de acompanhar o torneio pelo pay-per-view, que exibirá os melhores 60 jogos da competição. A primeira transmissão da Record será o jogo de abertura entre Flamengo e Nova Iguaçu, nesta terça-feira, às 21h35, marcado para o Maracanã.  

Ao todo, 15 jogos serão exibidos ao vivo em TV Aberta, sendo 11 da Taça Guanabara, dois jogos das semifinais e os dois jogos das finais. A Record vai exibir as partidas para o Distrito Federal, Bahia (Salvador e Itabuna), Goiás, Pará, Amazonas, Campos dos Goytacazes, Paraná, Santa Catarina, Minas Gerais (Uberlândia e Juiz de Fora), Sergipe, Piauí, Amapá, Espírito Santo e Maranhão, além do Rio de Janeiro.

Além da TV Aberta, os torcedores de fora dessas regiões poderão acompanhar a todos os jogos de seus times pelo pay-per-view do Carioca 21, que exibirá os melhores 60 jogos do campeonato. Esse pacote é vendido por Claro, SKY e Vivo em televisão por assinatura e também através da distribuição do Carioca Play, aplicativo de OTT oficial da competição, para suas bases de assinantes móvel. 

O pacote com todos os jogos custa R$ 129,90. A contratação mensal é R$ 49,90 e o jogo avulso R$ 59,90. Os assinantes da Claro Box TV e do serviço DIRECTV Go também poderão adquirir o pay-per-view pela contratação mensal por R$ 49,90. O pay-per-view é vendido diretamente pelos clubes em suas plataformas de relacionamento com torcedores, pelos mesmos preços praticados pelos demais distribuidores deste produto.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.