Phil Noble / Reuters
Phil Noble / Reuters

Operado, defensor Joe Gomez desfalcará Liverpool em final e está fora da Copa

Jogador se torna mais um desfalque para seleção inglesa, que recentemente também perdeu Oxlade-Chamberlain

Estadão Conteúdo

08 Maio 2018 | 10h58

O Liverpool confirmou nesta terça-feira que o defensor Joe Gomez foi submetido a uma cirurgia no tornozelo e desfalcará o time até o final desta temporada europeia, assim como não poderá defender a seleção inglesa na Copa do Mundo, que começa no próximo dia 14 de junho, na Rússia.

+ Zidane festeja recuperação de Cristiano Ronaldo e crê em volta antes de final

+ Uefa anuncia Milorad Mazic como árbitro da final da Liga dos Campeões

O clube não forneceu maiores detalhes sobre a operação, mas enfatizou que a previsão dos médicos do clube é a de que o jogador estará pronto para se juntar ao elenco da equipe durante a próxima pré-temporada, em julho, após finalizar o seu processo de recuperação.

Reserva do time comandado por Jürgen Klopp atualmente, Gomez, de apenas 20 anos, se tornou desfalque confirmado para a final da Liga dos Campeões, contra o Real Madrid, no próximo dia 26, em Kiev, na Ucrânia, e também não poderá atuar no último jogo do clube neste Campeonato Inglês, no domingo, contra o Brighton, em Liverpool.

Depois de o clube confirmar oficialmente que Gomez foi operado, o atleta publicou uma mensagem em sua página no Instagram, na qual lamentou o fato de que o tratamento convencional, sem cirurgia, não surtiu o efeito desejado após ele ter se lesionado em um amistoso da Inglaterra contra a Holanda, no dia 25 de março, em Amsterdã.

Depois disso, ele ainda atuou com dores nos empates contra West Bromwich (2 a 2) e Stoke City (0 a 0) pelo Campeonato Inglês, mas se viu obrigado a passar por cirurgia para poder retornar em melhores condições aos gramados.

"Destruído por confirmar que minha temporada pelo clube e pela seleção acabaram após eu ser submetido uma bem-sucedida operação no tornozelo. Foram algumas semanas difíceis, tentando tudo que era possível para estar à disposição em campo para ajudar o time", escreveu o atleta em sua rede social, na qual em seguida prometeu se empenhar ao máximo para voltar ao time "na melhor forma possível para a pré-temporada" e agradeceu o apoio que recebeu de todos neste período complicado de recuperação.

A Inglaterra integra o Grupo G da Copa do Mundo e vai estrear no dia 18 de junho, contra a Tunísia, para em seguida encarar o Panamá no dia 22 e a Bélgica no dia 28 nos outros dois duelos que fará pela primeira fase da competição em solo russo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.