Ayrton Vignola/AE
Ayrton Vignola/AE

Operado, torcedor do Palmeiras está em estado grave

Palmeirense foi baleado na região glútea em confronto com a polícia, em Prudente

Sandro Vilar, Agência Estado

28 de agosto de 2011 | 22h25

PRESIDENTE PRUDENTE - O torcedor palmeirense Roberto Vieira de Castro Filho, de 22 anos, está internado em estado grave na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Regional, em Presidente Prudente. Ele passou por cirurgia após ser baleado na região glútea, segundo a assessoria de imprensa do hospital.

"Ele está entubado, seu estado é grave e não há previsão de alta", afirmou a assessora Tatiane Ferreira. Ela não confirmou a informação de que Castro Filho levou um tiro no abdômen. "Foi na região glútea", insistiu, citando os médicos que operaram o torcedor que mora em Itapetininga.

Já o estado de saúde de Lucas Alves Leso, palmeirense de 21 anos e morador de São Paulo, baleado com um tiro na perna, é considerado bom. "Ele está em observação, um irmão o acompanha", completou a assessora.

Os dois torcedores palmeirenses foram baleados em confronto com a polícia nas proximidades do Estádio Prudentão, antes do jogo entre Palmeiras e Corinthians, pela 19.ª rodada do Campeonato Brasileiro, neste domingo à tarde. Ambos são membros da torcida organizada Mancha Verde.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.