Guilherme Dorigatti/Divulgação
Guilherme Dorigatti/Divulgação

Operado, volante da Ponte Preta ficará seis meses afastado do futebol

Ferrugem passou por cirurgia para reparar fratura e rompimento dos ligamentos no tornozelo

Agência Estado,

12 de março de 2013 | 12h13

CAMPINAS - O volante Ferrugem, da

Ao falar sobre a operação, Nishimura confirmou o tempo previsto de afastamento do jogador. "Tudo ocorreu dentro do esperado e o prognóstico é bom. Após o tratamento e o trabalho de fisioterapia, o Ferrugem deverá recuperar 100% da mobilidade que tinha até antes da lesão. O prazo de recuperação estimado é de seis meses", informou o médico do time campineiro.

Nishimura ainda revelou que o jogador permanecerá no Hospital Madre Theodora, onde foi operado, até quarta-feira, quando deverá ganhar alta. Antes de auxiliar Sérgio Rosa na operação de Ferrugem, o médico chegou a mostrar indignação com a imprudência exibida por Danielzinho no lance que lesionou de forma grave o ponte-pretano, atingido por um carrinho por trás.

"O lance é proibido e punido com cartão vermelho imediato, e a Fifa criou esta regra justamente a pedido dos médicos por causa dos perigos de um lance destes. Podemos comparar um lance destes com um motorista que sai dirigindo embriagado: independentemente da intenção, ele assumiu o risco de fazer algo proibido", disse.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.