Oposição ganha força no Palmeiras

O presidente Mustafá Contursi e seus aliados estão seguros de que o comando no Palmeiras continuará nas mesmas mãos, mas os oposicionistas garantem que ainda têm grandes possibilidades de tirar o rei do trono. Pelos cálculos de Seraphim Del Grande, um dos que articulam a campanha de Luiz Gonzaga Belluzzo, a oposição tem o apoio de 110 ou 120 conselheiros de um total de aproximadamente 260 que votarão no pleito de 6 de janeiro. ?Temos esperança de vencer, porque há muita gente saindo da situação e vindo para a oposição. Estamos conversando com conselheiros e devemos conseguir mais votos?, afirmou Del Grande. ?E muita gente não tem coragem de dizer que votará contra o Mustafá por medo de retaliação, de perder, por exemplo, a vaga no Conselho.?O clima político no Palestra Itália é o mais pesado das últimas décadas, dizem os conselheiros que estão no clube há mais tempo. Alguns deles revelaram que vêm sofrendo ameaças por parte de alguns torcedores. ?Estou recebendo várias ligações de torcedores, inclusive de pessoas do interior, que pedem mudança no clube. Quando sabem que sou da oposição, ficam felizes?, disse Seraphim. Os da situação são o principal alvo de ameaça.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.