Divulgação
Divulgação

Oposição lança candidatura à presidência do Fluminense

Deley critica a condução da dívida do clube e a não realização de promessas feitas por Siemsen

AE, Agência Estado

21 de outubro de 2013 | 20h44

RIO - O deputado federal Deley oficializou nesta segunda-feira a sua candidatura à presidência do Fluminense. Ele faz oposição ao atual presidente, Peter Siemsen, que ainda não lançou oficialmente a sua chapa, mas deverá fazê-lo em breve. As eleições no clube serão em 23 de novembro. A principal crítica que Deley e seus apoiadores, um deles Julio Bueno, derrotado em 2010 por Peter Siemsen, fazem ao atual presidente é a condução da dívida do clube e a não realização de promessas, como a construção do centro de treinamento do Fluminense.

"Posso gostar ou não do presidente da federação (do Rio), mas tenho que dialogar. Se tenho problema com a Procuradoria da Fazenda Nacional, tenho que conversar (para renegociar dívidas). Não posso soltar foguete na porta dela para tentar resolver. Temos que construir pontes, e não destruí-las", argumentou Deley.

Outra plataforma de Deley é demonstrar total parceria com a Unimed, patrocinadora do clube. O presidente da seguradora de saúde, Celso Barros, não tem boa relação com Peter Siemsen, que tenta construir uma forma de o Fluminense não depender do dinheiro da empresa. "É o melhor patrocinador do Brasil. Já tive o prazer de falar com o Celso Barros. Já li em alguns momentos que a atual administração, de vez em quando, sai na pancada com o patrocinador. Eu não farei isso nunca", prometeu o candidato.

TIME

Sem jogos no meio de semana, o técnico Vanderlei Luxemburgo espera pela recuperação do meia Wagner e do lateral-esquerdo Ronan para o duelo de domingo contra o Vitória. Mas outros jogadores lesionados do elenco continuam sem previsão de volta.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolFluminenseeleição

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.