Oposição palmeirense tenta impedir votação no sábado

Conselheiros da oposição do Palmeiras entraram na Justiça para tentar impedir a votação da Assembléia dos Sócios, marcada para este sábado, para prolongar o mandato do presidente Affonso Della Monica. Se a Justiça entender que a votação é legítima, Della Monica precisará de pelo menos dois terços dos votos depositados nas urnas para estender seu mandato até novembro de 2009. Se ele não conseguir, o clube terá eleição para presidente em janeiro. O Conselho Deliberativo do Palmeiras rejeitou, no final de outubro, a mudança no estatuto do clube que prorrogaria o mandato de Affonso Della Monica, até o final de 2009. Para que a mudança ocorresse, eram necessários 145 votos favoráveis. No entanto, a proposta só foi aprovada por 133 conselheiros.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.