Alex Silva/Estadão
Alex Silva/Estadão

Organizada do Palmeiras pede a saída de Roger e promete protesto

Torcida critica postura da equipe em derrota para o Corinthians e garante que não gritará nomes dos jogadores

O Estado de S. Paulo

14 Maio 2018 | 21h08

A principal organizada do Palmeiras, a Mancha Alviverde, prometeu nesta segunda-feira realizar mais atos para protestar contra a derrota do time por 1 a 0 para o Corinthians, no último domingo, pelo Campeonato Brasileiro. Em publicação na página no Facebook, a torcida pede a saída do técnico Roger Machado e mais cobranças aos jogadores do elenco.

+ Palmeiras volta aos treinos com Moisés em campo

+ Tabela do Campeonato Brasileiro 2018

A Mancha Alviverde quer fazer as manifestações na quarta-feira, na partida contra o Junior Barranquilla, da Colômbia, pela Copa Libertadores, no Allianz Parque. Antes do jogo, os torcedores vão fazer gritos de cobrança e durante, não gritarão o nome de nenhum dos jogadores que estiverem em campo.

"Algo precisa ser feito para evitarmos o favoritismo banhado de vergonhas em 2018. Não vamos apenas apoiar, como em 2017. O filme está se repetindo e a torcida tem seu direito de apoiar da mesma forma que tem o direito de cobrar", diz trecho da publicação. No último domingo o ônibus do elenco foi recebido com protestos na volta à Academia de Futebol, depois da derrota.

A torcida afirmou que mesmo em caso de vitória, vai fazer mais cobranças depois da partida de quarta-feira. A promessa é continuar com as críticas enquanto o treinador não deixar o cargo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.