Orgulhoso, técnico celebra vaga 'heroica' da Argélia

A equipe está classificada para as oitavas de final e jogará na próxima segunda-feira ,contra a Alemanha, no estádio do Beira-Rio

AE, Agência Estado

26 de junho de 2014 | 19h58

O empate por 1 a 1 com a Rússia, nesta quinta-feira, em Curitiba, colocou a Argélia pela primeira na história na segunda fase de uma Copa do Mundo. Para conseguir o resultado, a equipe africana precisou superar um gol sofrido no início da partida, que deu aos russos a possibilidade de recuar e segurar o resultado. Até por isso, o técnico Vahid Halilhodzic classificou o confronto como "heroico".

"Eu estou muito orgulhoso, nós jogamos uma partida heroica e merecemos nos classificar. Nós estamos muito, muito orgulhosos. Nós progredimos muito nos últimos três anos e este é um verdadeiro presente para nós. Nós recebemos apoio de todo o mundo árabe e isso tem sido maravilhoso", declarou após a partida.

Esta é a quarta vez que a Argélia participa da Copa do Mundo, sendo a segunda consecutiva. Agora, o país terá a difícil missão de enfrentar a Alemanha nas oitavas de final, segunda-feira, no Beira-Rio, país que já derrotou no Mundial de 1982, quando surpreendeu a todos ao fazer 2 a 1 na estreia.

"As pessoas aqui no Brasil também apreciam nosso entusiasmo e nossa sinceridade e estou orgulhoso disso. Mas mais do que isso, estou orgulhoso pela forma como a equipe jogou. Todo mundo vai falar agora sobre 1982, quando batemos a Alemanha, mas aconteceu há 32 anos, é muito tempo", disse Vahid Halilhodzic.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.