Don Emmert/ AFP
Don Emmert/ AFP

Orlando City confirma lesão de Kaká e culpa seleção brasileira

Gerente de futebol do clube reclamou da convocação do meia

Estadão Conteúdo

10 de setembro de 2015 | 11h57

Os últimos amistosos da seleção brasileira antes da estreia nas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2018 provocaram um prejuízo ao Orlando City. O clube da Flórida comunicou nesta quinta-feira que o meia Kaká retornou com uma pequena lesão muscular, o que pode levá-lo a desfalcar o time em compromissos da MLS, a principal liga de futebol dos Estados Unidos.

"Nós estamos incrivelmente desapontados com a notícia, por Kaká e pelos torcedores", disse o gerente de futebol do Orlando City, Paul McDonough. "Ele disputou 25 jogos pelo clube nessa temporada - mais de 2.100 minutos - sem maiores problemas ou preocupações. Por outro lado, ele participa de uma sessão de treinamento e uma partida pela seleção brasileira e está machucado", completou.

O dirigente reclamou, inclusive, das regras que obrigam os clubes a cederem os seus jogadores para seleções nas datas reservadas pela Fifa para compromissos internacionais, citando que já sofreu com lesões de outros atletas do elenco nesses duelos e agora é afetado pelo problema com o seu capitão.

"Infelizmente, somos obrigados a liberar os jogadores, de acordo com as regras da Fifa, e depois temos que lidar com as consequências. Mais uma vez, estou muito desapontado pelos nossos torcedores e pelos jogadores machucados", declarou ao site oficial do Orlando City.

Kaká foi convocado por Dunga para dar suporte aos mais novos jogadores da seleção às vésperas das Eliminatórias e jogou aproximadamente 25 minutos contra a Costa Rica, tendo recebido elogios do treinador. Mas depois não participou do amistoso diante dos Estados Unidos exatamente em função dos problemas musculares.

Além de Kaká, outros dois jogadores deixaram os últimos amistosos da seleção contundidos. São os casos de Miranda, da Inter de Milão, que sofreu uma lesão no joelho, e do lateral-direito Danilo, que contundiu o pé direito.

Dunga vai convocar a seleção brasileira no próximo dia 17 para enfrentar o Chile, em 8 de outubro, em Santiago, e a Venezuela, no dia 13, em Fortaleza, pelas duas primeiras rodadas das Eliminatórias.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.