Rubens Chiri/Divulgação
Rubens Chiri/Divulgação

Orlando City desiste de Ganso e promete cobrar dívida na Justiça

Clube americano quer receber R$ 13 milhões do São Paulo

Estadão Conteúdo

23 de julho de 2015 | 13h33

O Orlando City anunciou nesta quinta-feira, por meio de comunicado oficial, que desistiu de contratar Paulo Henrique Ganso. O clube norte-americano revelou ter encerrado as negociações para levar o meio-campista, depois de começar a sondar a possibilidade de o São Paulo ceder o jogador como parte de pagamento de uma dívida que cobra do time do Morumbi.

O São Paulo já havia se manifestado para informar que não cederia o atleta desta forma, assim como questiona o valor cobrado pelo Orlando City, que conta com Kaká como estrela depois de o craque ter defendido a equipe são-paulina no ano passado.

O clube da Flórida cobra R$ 13 milhões do São Paulo, que considera a quantia inadequada e fala que deve no máximo R$ 10 milhões. E a dívida está diretamente ligada ao fato de que Kaká atuou na equipe tricolor por um semestre, emprestado pelo Orlando City, que cedeu o astro antes mesmo de começar a contar com o futebol do mesmo.

Essa pendência entre os dois clubes dura desde o ano passado, sendo que o São Paulo deveria acertar alguns pagamentos ao Orlando City como contrapartida pelo empréstimo do atleta. O acordo previa que o clube do Morumbi arcasse com os salários, dividisse com os norte-americanos os lucros de bilheteria de algumas partidas e marcasse um amistoso entre as equipes.

E, como o São Paulo contesta o valor da dívida cobrada pelo Orlando, o clube norte-americano também prometeu dar continuidade ao processo na Justiça para poder receber o valor que acredita ter direito de receber.

"O Orlando City Soccer Club, após encerrado o prazo dado para resposta à proposta feita pelo atleta Paulo Henrique Ganso, vem a público comunicar que encerra neste momento as negociações. Sendo assim, seguirá na Justiça brasileira a ação de cobrança pelo não pagamento de todos os compromissos assumidos pelo São Paulo Futebol Clube em ocasião do empréstimo do atleta Kaká que não foram cumpridos", informou o clube norte-americano, por meio do comunicado, no qual depois finalizou: "O Orlando City Soccer Club não emitirá nenhum outro comentário a esse respeito".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.