Os 60 anos de uma lenda palmeirense

Ademir da Guia é um astro à antiga. O eterno craque do Palmeiras comemora 60 anos, na quarta-feira, deixou de vestir a camisa alviverde há quase 25, mas ainda hoje declara paixão ao clube que defendeu de 1961 a 1977. "Sou palmeirense!", admite, sem vacilar, quando lhe perguntam qual o time de coração. Sem contra-argumento. Nada mais coerente com quem se confunde com um dos períodos mais brilhantes da história do Parque Antártica. Nada mais anacrônico, em um tempo em que jogadores trocam de clube a cada quatro meses e beijam escudos mecanicamente, sem amor. Leia mais no Estadão

Agencia Estado,

31 Março 2002 | 11h33

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.