Hassan Ammar/AP
Hassan Ammar/AP

Oscar Tabárez elogia seriedade do Uruguai em goleada

Seleções se enfrentam daqui a uma semana em Montevidéu

Agência Estado

13 de novembro de 2013 | 18h13

AMÃ - Apesar da goleada por 5 a 0 sobre a Jordânia, nesta quarta-feira, em Amã, resultado que praticamente colocou o Uruguai na Copa do Mundo do ano que vem, o técnico Oscar Tabárez não acha que a seleção sul-americana fez uma grande partida pela repescagem do Mundial. Mas o treinador reconheceu e elogiou a postura da sua equipe, que respeitou o adversário e soube construir o resultado.

"Temos sempre que pensar que o adversário contra nós irá dar o meu melhor, apesar de o potencial da Jordânia não ser o mesmo dos outros times que enfrentamos nas Eliminatórias. Isso é uma realidade, mas esta equipe durante toda a Eliminatória Asiática não havia perdido um jogo em casa. Queria inibi-los e fizemos isso muito bem, uma vez que eles não têm a força que nós temos com a nossa individualidade", apontou o treinador, em entrevista ao portal uruguaio Tenfield.

Tabárez reconhece que o Uruguai conseguiu construir um grande resultado mesmo sem jogar bem. "Não foi uma das nossas melhores partidas. Durante muito tempo foi uma partida parelha, mas em alguns detalhes superamos os adversários. Creio que a grande diferença foi o último quarto de jogo, pela contundência do Uruguai e o nível da defesa da Jordânia." Daqui a uma semana os dois times se enfrentam de novo em Montevidéu e nem o mais fanático jordaniano acredita que o placar de 5 a 0 possa ser revertido. Mesmo assim Tabárez cobra seriedade. "Não acho que o resultado tenha importância na definição do confronto, mas temos que lembrar que em oito horas vendeu-se 45 mil ingressos e o resto no dia seguinte. O torcedor estará no estádio e teremos que dar a ele uma partida séria, para que a ida do Uruguai à Copa seja uma festa".

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.