Osorio classifica empate no fim como 'castigo' ao São Paulo

O técnico do São Paulo, Juan Carlos Osorio, estava sisudo na entrevista coletiva após o empate em 1 a 1 do time com o Palmeiras, no Morumbi, pelo Campeonato Brasileiro. O gol sofrido aos 47 minutos do segundo tempo em uma falha de Rogério Ceni deixou o colombiano abatido e o levou a considerar o resultado injusto e um castigo para uma equipe que criou mais chances de gol.

CIRO CAMPOS, Estadão Conteúdo

27 de setembro de 2015 | 20h17

Após dominar o primeiro tempo, o São Paulo abriu o placar com Carlinhos aos 15 minutos da etapa final e deixou o empate sair com Robinho, que encobriu Ceni. "O futebol profissional não é de merecimento e nos castigou. Merecíamos muito mais, fomos superiores do começo ao fim e infelizmente não pudemos ganhar", explicou o técnico. O resultado manteve o Palmeiras no G4 e fez o time do Morumbi cair para a sexta posição.

"Criamos suficientes oportunidades para fazer pelo menos um outro gol", reclamou Osorio, que pediu para que fosse analisado com mais cuidado a produção ofensiva e não somente o resultado. Foi a terceira rodada seguida sem vitória do São Paulo no Brasileiro e o segundo empate consecutivo da equipe no Morumbi pela competição.

O treinador se recusou a responder perguntas sobre a sondagem recebida para treinar a seleção mexicana. Osorio admitiu na última sexta-feira que conversou com dirigentes do país da América Central, mas negou que tenha marcado para quinta-feira alguma reunião para discutir uma possível contratação.

Osorio reforçou o recado mais contundente da entrevista coletiva de sexta-feira, quando disse que não confiava na diretoria. O colombiano voltou a criticar a saída de jogadores neste domingo. "A mim me prometeram uma coisa e não cumpriram. Mas não sou ninguém para falar mais além sobre o presidente e outros. Não conheço os seus negócios e suas coisas".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.