TV Estadão | 15.08.2015
TV Estadão | 15.08.2015

Após derrota, Osorio garante que problema do São Paulo é o ataque

Para o técnico, time precisa ter mais posse de bola durante o jogo

Vítor Marques, O Estado de S.Paulo

17 Agosto 2015 | 06h55

Para Juan Carlos Osorio, o problema do São Paulo está no ataque, apesar de a derrota deste sábado para o Goiás por 3 a 0 ter exposto claras falhas no sistema defensivo montado pelo treinador colombiano. “Se mantivermos a bola e a trabalharmos bem, é muito difícil que o rival nos cause problema.” Com Osorio, o São Paulo aposta numa marcação alta, quase na linha do meio de campo, numa tentativa de sufocar o adversário. Contra o Goiás isso não funcionou, e o tricolor quase levou uma goleada ainda maior.

Foi a primeira derrota no Morumbi neste Campeonato Brasileiro, mas não foi a primeira derrota que deixou uma péssima impressão. Sob o comando de Osorio, o São Paulo foi goleado pelo Palmeiras (4 a 0) e perdeu para o Atlético-MG por 3 a 1.

Neste sábado o São Paulo entrou em campo com três zagueiros e mesmo assim o goleiro Renan Ribeiro teve muito trabalho durante o jogo todo. A marcação avançada não deu certo diante de um rival que apostou na velocidade. “Quando tentamos jogar de primeira e perdemos, ficamos vulneráveis. É um problema aparentemente defensivo, mas sua origem está no ataque. Temos de sustentar a posse de bola”, disse Osorio. 

A tática por vezes suicida colocou os zagueiros na berlinda. Toloi foi xingado por torcedores durante boa parte do segundo tempo e ouvia os gritos pedindo a contratação de Lugano. Ganso também foi xingado durante a partida e teve problemas para sair do Morumbi. Um pequeno grupo de torcedores chutou o carro do jogador.


Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.