José Méndez/EFE
José Méndez/EFE

Osorio crê que México pode vencer a Alemanha se time entender que é 'só um jogo'

Seleções se enfrentam neste domingo, ao meio-dia, no estádio Luzhniki, em Moscou

Estadão Conteúdo

16 Junho 2018 | 15h18

O técnico colombiano Juan Carlos Osorio afirmou neste sábado que o México pode vencer a Alemanha se conseguir controlar os nervos e jogar sem pressão pelo resultado. As seleções integrantes do Grupo F vão se enfrentar a partir do meio-dia (de Brasília) deste domingo, no estádio Luzhniki, em Moscou, na estreia pela Copa do Mundo da Rússia.

+ Löw não divulga Alemanha titular, mas diz que Neuer e Özil estão aptos para jogar

+ Confiante, mexicano Salcedo projeta triunfo sobre alemães: 'Ninguém é invencível'

"Se entendermos que é só um jogo, teremos uma grande oportunidade. Creio que o lado emocional na hora de encarar uma competição é o mais importante. Cada um vai reagir de uma forma diferente, mas, se disputássemos uma partida em campo neutro, sem a pressão que existe em uma Copa, o México teria toda condição de vencer", afirmou o técnico colombiano em entrevista coletiva de imprensa.

Sobre a estratégia, Juan Carlos Osorio prega jogo em equipe e coragem. "Este é um esporte coletivo, não se entra em campo pensando em sobressair o individual. Temos de fazer uma partida perfeita na defesa e no ataque. Se cada um der seu máximo e se colocar a serviço do time, estaremos mais perto de chegar a um bom resultado. O sonho de ganhar é maior que o respeito à Alemanha. Devemos jogar com amor por vencer e não com medo de perder", afirmou.

Capitão do México, o goleiro Guillermo Ochoa listou as qualidades da Alemanha, mas disse o que a seleção mexicana precisa fazer na partida. "Eles têm cabeça fria, qualidade técnica e contundência, são os favoritos. Teremos de estar muito atentos nas coberturas e nas transições ao ataque", receitou.

 

Até hoje na história, o México não venceu o adversário deste domingo nenhuma vez em seis encontros oficiais. "Vejo nos olhos de cada jogador nosso a intenção de sair de campo com os três pontos. A única forma que sabemos jogar é com nosso estilo e nossa estratégia", afirmou Guillermo Ochoa.

Depois de enfrentar a Alemanha, o México vai enfrentar a Coreia do Sul, ao meio-dia (de Brasília) do dia 23, em Rostov. O último adversário dos mexicanos será a Suécia, às 11 horas (de Brasília) do dia 27, em Ecaterimburgo.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.