Anne Christine Poujoulat/AFP
Anne Christine Poujoulat/AFP

Osorio culpa euforia anterior pela derrota e diz que jogo foi 'lição' ao México

Técnico lamenta revés diante da Suécia, mas projeta confronto das oitavas de final

Estadão Conteúdo

27 Junho 2018 | 15h06

A surpreendente derrota da seleção do México para a Suécia por 3 a 0 nesta quarta-feira, em Ecaterimburgo, não eliminou os mexicanos da Copa do Mundo da Rússia, mas foi muito sentida. O técnico Juan Carlos Osorio disse que o revés foi uma lição para a sequência do torneio e atribuiu o resultado negativo à euforia das primeiras vitórias.

+ Alemanha perde para a Coreia do Sul e está eliminada do Mundial

+ Suécia goleia o México e classifica ambos para as oitavas

+ Alemanha é mais uma campeã do mundo a sofrer sina de eliminações na primeira fase

O México venceu a Alemanha por 1 a 0 na estreia do Mundial e derrotou a Coreia do Sul no jogo seguinte por 2 a 1. Os bons resultados vindos de duas boas atuações deram à liderança aos mexicanos e a vantagem de jogar por um empate contra os suecos. Osorio acredita que o time pode ter sido atrapalhado pela empolgação depois dos dois jogos anteriores.

"Meus sentimentos nos últimos três minutos são meus sentimentos em geral. Era muito difícil jogar hoje, pela euforia e pelo o que aconteceu nos dois jogos anteriores. Nos classificamos porque ganhamos de grandes rivais. Não estou feliz com a forma como defendemos e a partida de hoje é uma lição, uma experiência nova para mim", disse o treinador, em entrevista coletiva.

Os suecos foram dominantes em boa parte do jogo e venceram com certa facilidade. Os três gols saíram na etapa final e derrubaram a seleção mexicana, que entrou em campo nervosa e em nada lembrou o time dos dois primeiros jogos. Osorio reconheceu que a derrota foi dura e muito sentida.

 

"Em primeiro lugar, preciso dizer que nos classificamos porque vencemos Alemanha e Coreia do Sul. No entanto, estou muito machucado. Não fomos bem sucedidos nas penetrações no último terço do campo e permitimos que eles marcassem três gols. Acho muito", avaliou.

O México foi beneficiado com a derrota da Alemanha por 2 a 0 para a Coreia do Sul e avançou em segundo lugar do Grupo F. O time de Osorio e Chicharito vai encarar nas oitavas de final o primeiro colocado do Grupo E, que pode ser Brasil, Suíça ou Sérvia.

O confronto será na próxima segunda-feira, às 11 horas (de Brasília), em Samara, e colocará à prova a capacidade dos mexicanos em derrubar a sina de não avançar às quartas de final, fase em que a seleção da América do Norte chegou pela última vez em 1986. Nos últimos seis Mundiais, foi eliminada nas oitavas de final.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.