Fábio Motta/Estadão
Fábio Motta/Estadão

Após nova derrota, Osorio deixa no ar indefinição sobre futuro

'Vou decidir o futuro com minha família', disse o treinador colombiano

O ESTADO DE S. PAULO

23 de agosto de 2015 | 19h14

A derrota do São Paulo para o Flamengo por 2 a 1 neste domingo, pela 20ª rodada do Campeonato Brasileiro, foi a terceira consecutiva da equipe. E, ao menos nas palavras do treinador do tricolor, Juan Carlos Osorio, seu futuro pode estar indefinido. 

"A situação está delicada, mas agora eu tenho sentimentos confusos, trocados, não é o melhor momento para eu dar uma resposta final. Mas é muito difícil para todos, inclusive para mim", disse o treinador. Apesar de falar que não seria uma decisão para o presente momento, deixou o assunto em aberto. "[Sair] agora, não. Estou no São Paulo. Mas todos sabemos como é o ser humano. Vou decidir a situação com minha família". 

O colombiano garantiu ter apoio da diretoria do clube. "Depois do jogo anterior, recebi uma mensagem de um membro da diretoria e fiquei muito surpreendido. É muito difícil falar, agora estou tranquilo, escalei o time que podia. Vou pensar o que é o melhor", disse Osorio. 

Ele também se mostrou chateado com a saída de vários jogadores importantes desde que chegou ao clube. "Nunca falaram para mim que iria vender tantos jogadores", afirmou.

Com o resultado, o São Paulo continua com 31 pontos, na sexta posição, mas já está a 12 pontos do líder Corinthians. Na próxima rodada, o clube paulista recebe a Ponte Preta no Morumbi, sábado, às 21 horas


Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.