Divulgação
Divulgação

Osorio elogia Milton Cruz e fala em retorno ao São Paulo

Colombiano deixou o time em outubro para assumir o México

CIRO CAMPOS, O Estado de S. Paulo

20 de novembro de 2015 | 11h33

O atual técnico da seleção mexicana, Juan Carlos Osorio, esteve no estádio do Morumbi nesta quinta-feira para ver o jogo entre São Paulo e Atlético-MG, pelo Campeonato Brasileiro. O colombiano, que treinou a equipe paulista por quatro meses, recebeu o carinho dos torcedores e, em entrevista aos jornalistas, disse que não descarta no futuro um possível retorno à equipe.

Osorio deixou o time no começo de outubro para assumir o México e pela primeira vez voltou ao clube desde que saiu do cargo. "É claro que sinto falta do São Paulo. Se um dia voltar a trabalhar no futebol brasileiro, certamente vou trabalhar no São Paulo", disse o colombiano. O técnico acompanhou a partida no setor de cadeiras cativas, onde tirou fotos e conversou com vários torcedores.

O treinador dirigiu a equipe por 28 partidas e nesse período, tornou-se amigo do atual comandante interino, Milton Cruz. "Nós temos uma boa relação profissional e pessoal. Falamos muito de futebol. Ele sabe tomar suas próprias decisões. O São Paulo está passando por uma transição muito difícil. Classificar para a Libertadores será difícil, mas penso que será possível", afirmou.

Osorio estava no estádio junto com a mulher, os filhos e um dos seus auxiliares, Luis Pompilio Paes. No comando do México, ele já fez duas partidas, ambas pelas Eliminatórias da Copa do Mundo. A equipe bateu El Salvador por 3 a 0, em casa, e na última rodada, derrotou Honduras por 2 a 0 no país do adversário. O colombiano desembarcou nesta quinta em São Paulo e antes de ir ao jogo, telefonou para Milton Cruz.

"Ele queria torcer por mim e pelo São Paulo. Eu falei para ele o que ia fazer no time, comentei que jogaria com três volantes e o Osorio disse que eu estava atrevido por escalar assim", contou Milton Cruz após o jogo.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSão Paulo FCOsorioMilton Cruz

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.