Satiro Sodre/Divulgação
Satiro Sodre/Divulgação

Oswaldo admite Atlético-PR superior diante do Botafogo

Entretanto, Treinador evitou fazer maiores críticas aos seus comandados, vice-líderes do Brasileirão

AE, Agência Estado

26 de agosto de 2013 | 10h10

CURITIBA - O técnico Oswaldo de Oliveira admitiu que o Atlético-PR mereceu a vitória por 2 a 0 sobre o Botafogo, conquistada no último domingo, na Vila Capanema, em Curitiba, onde o time carioca estacionou nos 29 pontos e ficou na vice-liderança do Campeonato Brasileiro.

O treinador evitou fazer maiores críticas aos seus comandados, mas reconheceu que os botafoguenses foram neutralizados pelo adversário. "Acho que o Atlético-PR mereceu a vitória, fez por onde. Não tenho o que reclamar nesse aspecto. O adversário mereceu e temos que encarar com tranquilidade esse tipo de revés. Vi vários jogos do Atlético-PR, contra o Internacional fizeram uma partida muito boa e sabíamos que teríamos uma partida muito dura", analisou.

Oswaldo, porém, exibiu otimismo ao comentar o fato de que o Botafogo não conseguiu marcar nenhum gol pela primeira vez em uma partida neste Brasileirão. "Aconteceu o que provavelmente não irá acontecer nos próximos jogos... O adversário foi eficiente, nos impôs uma marcação que dificultou bastante. O Botafogo cria muito mais (chances de gol), criou muito pouco hoje (domingo)", completou.

O comandante ainda reconheceu que a zaga botafoguense não foi feliz no lance do primeiro gol do Atlético-PR, marcado por Ederson após o atacante enfileirou defensores antes de balançar as redes. "No primeiro gol acho que nós falhamos em sequência, porque o adversário entrou com a bola, passou por vários jogadores do Botafogo sem ser neutralizado", disse.

Após a derrota deste domingo, o Botafogo voltará a campo nesta quarta-feira, quando enfrentará o Atlético-MG, em Belo Horizonte, no duelo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil. Na capital mineira, o time defenderá a vantagem de 4 a 2 conquistada no confronto de ida, na semana passada, no Maracanã.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.